Coin News

Compra da FTX pela Binance pode atrair a atenção de reguladores antitruste

9 Nov, 20223 min readRegulation
Compra da FTX pela Binance pode atrair a atenção de reguladores antitruste

Em meio a uma crise generalizada e rumores de insolvência, a exchange de criptomoedas FTX, liderada por Sam Bankman-Fried, anunciou um acordo de venda para a rival Binance. O anúncio foi feito na tarde de terça-feira (08) após a corretora precisar paralisar os saques dos usuários depois de uma onda de retiradas.

Contudo, esse acordo – com os termos financeiros ainda não divulgados – pode não ser tão trivial assim. Isso porque a compra da FTX pela Binance pode chamar a atenção de reguladores antitruste, que agem para evitar monopólios.

Autoridades em alerta com compra da FTX pela Binance

Essa é a opinião de analistas da empresa de pesquisa Bernstein. Em um relatório publicado na terça-feira (08), a companhia observou que, caso a compra seja efetivada de fato, a exchange de Changpeng Zhao (CZ) passaria a ter uma participação de mais de 80% no mercado global de criptomoedas. Como consequência, isso pode alertar os reguladores antitruste.

De acordo com Bernstein, as entidades FTX e Binance que detêm os negócios fora dos Estados Unidos são offshore. No entanto, se a FTX tiver investimentos em jurisdições dos EUA da Europa isso pode ser um motivo para os reguladores dessas regiões intervirem.

“Todos os olhos estão imediatamente focados na probabilidade do negócio”, escreveram os analistas Gautam Chhugani e Manas Agrawal, afirmando que qualquer probabilidade de o negócio não ser concluído é baixista para o mercado de criptomoedas.

Além disso, os analistas destacam que a diligência levará tempo e envolverá determinar se há um déficit em relação aos fundos dos clientes. A Binance, por sua vez, terá que analisar se há algum “erro de desvio de fundos de clientes para partes relacionadas ou propósitos não autorizados”.

Binance anuncia compra da FTX

Conforme acompanhou o CriptoFácil, a Binance disse na terça-feira que assinou uma carta de intenção para adquirir a rival FTX, causando uma reviravolta surpreendente na disputa pública entre as duas exchanges. De acordo com CZ, a Binance decidiu adquirir a FTX para “proteger os usuários”:

“Assinamos uma LOI [Carta de intenção de compra] não vinculativa, com a intenção de adquirir totalmente a FTX e ajudar a cobrir a crise de liquidez. Estaremos realizando um DD [due diligence] completo nos próximos dias”, disse ele em um tuíte.

CZ também alertou que “a Binance tem o poder de desistir do acordo a qualquer momento”.

Bankman-Fried fez, então, um “enorme agradecimento” a CZ e à Binance. Além disso, ele afirmou que o acordo era “um desenvolvimento centrado no usuário que beneficia toda a indústria”.

“CZ fez e vai continuar a fazer um trabalho incrível de construir o ecossistema global de cripto e criar um mundo econômico mais livre”, disse SBF em sua conta no Twitter.

Source

Subscribe to get our top stories

Coin News
App StoreApp Store