Coin News

Colapso da FTX é munição para haters do Bitcoin, diz Jesse Powell

5 d ago4 min readBitcoin
Colapso da FTX é munição para haters do Bitcoin, diz Jesse Powell

Para Jesse Powell, em um longo desabafo público sobre o colapso da FTX, a corretora deu muita munição para os haters do bitcoin, moeda que embora não tenha relação direta com o caso, acabou sendo afetada.

Executivo da Kraken, uma concorrente da finada FTX, Jesse é um dos antigos apoiadores do bitcoin pelo mundo. Assim, ele se mostrou com raiva com a queda da empresa, embora acredite que não é o fim do mundo para o bitcoin.

“Esta indústria é composta por tantas pessoas inteligentes, apaixonadas, de mente aberta, acolhedoras, com interesse humanitário genuíno no coração. Eu sei que vamos superar isso. Os verdadeiros crentes não serão dissuadidos. Mas, este é um grande retrocesso. Estou realmente tentando controlar minha raiva.”

1/ This industry is made up of so many smart, passionate, open-minded, welcoming people, with genuine humanitarian interest at heart.I know we're going to get past this. True believers will not be deterred. But, this is a massive setback. I'm really trying to control my rage.— Jesse Powell (@jespow) November 10, 2022

Nos últimos anos, membros do mercado lutaram para mostrar que o espaço é seguro para traders, mesmo sem regulação. A Kraken é uma das empresas que levanta a bandeira, mas os esforços para sustentar a narrativa têm sido prejudicados.

Após dizer que haters do bitcoin ganharam munição com queda da FTX, CEO da Kraken defende que vigaristas sejam confrontados

Em seu desabafo, Jesse Powell lembrou que muitos vigaristas se aproximaram do bitcoin nos últimos anos. Alguns chegaram confessando que queriam apenas lucros, mas é uma surpresa quando eles se tornam quem dizem ser, disse o executivo.

Arrogância, ganância e imprudência de certas pessoas acabam afetando todo o mercado, que luta para se mostrar como inovador. Várias empresas são sérias e estão construindo de verdade, mas casos pontuais de golpes são ruins para o setor.

Para Powell, os palhaços tomam a liberdade de falar publicamente pelo mercado, mas quando se explodem, é as casas das pessoas sérias que são afetadas.

“Nós deixamos os palhaços andarem sob nossa bandeira enquanto eles nos vendem por seus próprios interesses. Damos a eles o poder de falar por nós, mas eles não conquistaram esse privilégio. Quando eles se explodem, é nossa casa, nossa reputação, nosso povo que sofre o impacto dos danos.”

Sobre o colapso da FTX, o entusiasta do bitcoin lembrou que a explosão causou um dano enorme. Assim, esse é um presente, uma munição para os haters do bitcoin.

Para o futuro, ele acredita que as pessoas sérias deverão trabalhar por anos para desfazer o mal-entendido causado por Sam Bankman-Fried e seus executivos.

“Rezo para que não percamos pessoas como quando foi com a MT Gox”

Dizendo que a Kraken não tinha nenhuma exposição à FTX, Jesse Powell lembrou que sua corretora segue firme no mercado. Tal fala foi dita pelo CEO da Coinbase, Brian Armstrong, nos últimos dias.

Mas o executivo disse que agora reza para que pessoas sérias envolvidas com as criptomoedas não desistam do mercado. Quando a MT Gox entrou em colapso muitos se afastaram, e ele não torce para que a situação ocorra novamente.

Ao fim de sua análise pelo Twitter, Jesse disse que é responsabilidade das corretoras proteger as criptomoedas e entregar serviços com responsabilidade para clientes. Mesmo assim, ele defende que o mercado não pode recorrer aos governos em busca de salvação, algo que ele não acredita ser a melhor forma de resolver a situação.

“Em última análise, todos nós temos a responsabilidade com a humanidade de proteger as criptomoedas e entregá-las, não adulteradas, às massas. Podemos fazer isso sendo bons cidadãos de criptomoedas, autorregulando, atacando os cânceres entre nós e liderando pelo exemplo. Não podemos implorar ao governo para nos salvar.”

Source

Subscribe to get our top stories

Coin News
App StoreApp Store