Coin News

Colapso da FTX foi seguido por aumentos em transações de stablecoins e na atividade das DEX

5 d ago3 min readAltcoins
Colapso da FTX foi seguido por aumentos em transações de stablecoins e na atividade das DEX

Dados on-chain da Glassnode mostram que as movimentações do Bitcoin (BTC) atingiram um novo recorde com o maior declínio líquido nos saldos agregados de BTC mantidos em exchanges – uma redução de 72.900 BTC em uma semana.

Movimentos semelhantes ocorreram em abril de 2020, novembro de 2020 e junho de 2022, com os saques recentes deixando cerca de 2,25 milhões BTC nas exchanges.

Êxodo de Ether das exchanges, mas não de stablecoins

Embora o Ether (ETH) não tenha registrado uma nova máxima histórica de fluxos de saída das exchanges, 1,1 milhão de ETH foi sacado para carteiras autocustodiais na última semana. De acordo com a Glassnode, isso marca o maior declínio do saldo de ETH nas exchanges em 30 dias desde setembro de 2020, período marcado pelo verão DeFi (finanças descentralizadas).

Ao contrário dos saldos decrescentes de Bitcoin e Ether nas exchanges, os saldos líquidos de stablecoins permanecem positivos nas exchanges, o que significa que estão crescendo. Mais de US$ 1,04 bilhão em Tether (USDT), USD Coin (USDC), Binance USD (BUSD) e Dai (DAI) foram transferidos para exchanges em 10 de novembro. Isso faz de 10 de novembro o sétimo maior dia da história de depósitos de stablecoins em exchanges.

Com o grande influxo de stablecoins para exchanges, o montante total atual de US$ 41,186 bilhões configura um recorde histórico, de acordo com a Glassnode.

Mineradores de Bitcoin continuam vendendo

Os mineradores de Bitcoin continuam sob extrema pressão, e os dados destacam que os preços de hash estão em mínimas históricas. Os preços recordes de hash levaram os mineradores a vender cerca de 9,5% de seus tesouros, o equivalente a cerca de 7,76 milhões de BTC. Essa liquidação marca o declínio mensal mais acentuado para os saldos das mineradoras desde setembro de 2018.

Desempenho de altcoins descentralizadas e centralizadas

A Delphi Digital usou cestas de ativos para analisar o desempenho de tokens de exchanges descentralizadas (DEX) em relação aos tokens de exchanges centralizadas (CEX) e descobriu que, ao comparar os preços da cesta com o BTC, a cesta de DEX valorizou 24%, enquanto a cesta de CEX caiu 2%.

Geralmente, a atividade on-chain tem correlação com o sentimento geral do mercado de Bitcoin, Ether e altcoins, com o atual caos provocado pela FTX catalisando voulmes históricos de saques de exchanges centralizadas e o desempenho inferior dos tokens de CEX. Uma tendência provável a emergir daqui por diante é um aumento constante da autocustódia de criptomoedas e uma preferência maior pelo uso de DEX.

As opiniões e pontos de vista expressos aqui são exclusivamente do autor e não refletem necessariamente as opiniões do Cointelegraph.com. Cada movimento de investimento e negociação envolve risco, você deve realizar sua própria pesquisa ao tomar uma decisão.

Source

Subscribe to get our top stories

Coin News
App StoreApp Store