Coin News

Coinbase promete avaliar tokens duplicados de Ethereum que podem surgir após atualização do projeto

26 Aug, 20223 min readEthereum
Coinbase promete avaliar tokens duplicados de Ethereum que podem surgir após atualização do projeto

A exchange Coinbase prometeu na quinta-feira (25) “avaliar” os forks (bifurcações) do Ethereum (ETH) que podem surgir após a “Merge” (Fusão, em inglês), abrindo suas portas para listar possíveis tokens criados após a esperada atualização do projeto, prevista para ocorrer no final de setembro.

A Merge mudará radicalmente a rede do Ethereum, alterando seu algoritmo de mineração de prova de trabalho (proof-of-work, ou PoW) para um de prova de participação (proof-of-stake, ou PoS).

Após a atualização, o projeto não dependerá mais dos mineradores, usuários que investiram pesado em equipamentos para participar do processo. Muitos players do mercado, no entanto, não estão nada felizes com o caminho tomado. Por isso, querem criar redes bifurcadas, conhecidas como forks, que ainda mantêm o algoritmo de mineração PoW.

“Se um fork de (prova de trabalho) do ETH surgir após a Fusão, esse ativo será revisado com o mesmo rigor que qualquer outro ativo listado em nossa exchange”, escreveu a Coinbase ontem em um post sobre a atualização do Ethereum, que havia sido publicado no dia 16 de agosto.

A mudança de política da corretora mostra como as exchanges de criptomoedas estão navegando na transição do Ethereum para o mecanismo de prova de participação.

A exchange já havia prometido apoiar a moeda PoS, mas não tinha abordado a possibilidade de dar suporte também para os forks. Vale lembrar que se continuar a processar transações para uma versão PoW da rede após a Merge, isso resultaria em uma bifurcação em próprio token sintético de ETH, o Coinbase Wrapped Staked ETH (cbETH), anunciado nesta semana.

A Coinbase disse que esse passo reflete “a decisão da empresa de avaliar qualquer possível bifurcação caso a caso”. Em outras palavras, se um fork alternativo do Ethereum passar na avaliação de listagem da corretora (processo em que analisa ativos que podem ser negociados em sua plataforma), ele poderá ser listado ao lado da cadeia principal de prova de participação.

A decisão da exchange veio depois que a Binance, a maior corretora de criptomoedas do mundo, também abriu espaço para tokens bifurcados. A corretora também planeja revisar esses ativos antes de disponibilizá-los para negociação.

Leia também

Entenda a mudança

Merge do Ethereum tem data confirmada: veja 12 perguntas e respostas sobre a atualização

Evento é considerado o mais importante da história das criptomoedas; saiba todos os detalhes do upgrade

Embora a Coinbase e outras exchanges de criptomoedas apoiem amplamente o PoW, que prevê uma drástica redução no consumo de energia, outras partes interessadas (particularmente os mineradores da Ethereum) não estão nada felizes. O minerador chinês Chandler Guo, conhecido na indústria, é contra a atualização, assim como o fundador da rede Tron, Justin Sun.

A maior da comunidade do Ethereum, no entanto, tem repudiado amplamente os planos desses players externos de lançar um fork de prova de trabalho do projeto.

Source

Subscribe to get our top stories

Coin News
App StoreApp Store