Coin News

Coinbase e Kraken apresentam serviços limitados em meio à turbulência no mercado

9 Nov, 20224 min readOther
Coinbase e Kraken apresentam serviços limitados em meio à turbulência no mercado

As plataformas da Coinbase e da Kraken apresentaram problemas de inoperância ou de latência em 8 de novembro em meio à turbulência do mercado, segundo reclamações de usuários no Twitter. Os contratempos surgiram após a revelação e que a exchange de criptomoedas Binance pretende adquirir a rival FTX.

De acordo com usuários do Twitter, os serviços apresentavam limitações em ambas as exchanges, com problemas relacionados à conectividade com as plataformas e rumores não confirmados de saques interrompidos.

BREAKING: Coinbase is DOWN! Several services are down right now.Now y’all seeing real bear market dealings— MASON VERSLUIS (@MasonVersluis) November 8, 2022

URGENTE: A Coinbase caiu! Vários serviços estão fora do ar agora.

Agora vocês estão vendo a realidade do mercado de baixa

— MASON VERSLUIS (@MasonVersluis)

Em seu perfil de suporte, a Coinbase disse que estava “enfrentando problemas de conexão de rede para os serviços Coinbase.com, Coinbase Pro e Coinbase Prime, resultando em dificuldades para fazer login. Se você já estiver conectado, poderá experimentar um carregamento lento na Web e no aplicativo para dispositivos móveis." A exchange alegou que o problema estava relacionado ao alto número de inscrições de novos usuários e de transferências de fundos para a plataforma em 8 de novembro.

We’ve implemented a fix and latency has improved dramatically. Due to the high level of new user sign-ups and transfers to Coinbase today, some customers had trouble signing up / experienced delays signing in. — Coinbase Support (@CoinbaseSupport) November 8, 2022

Implementamos uma correção e a latência melhorou drasticamente. Devido alto número de inscrições de novos usuários e de transferências de fundos para a Coinbase hoje, alguns clientes tiveram problemas para se inscrever/experimentaram atrasos no login.

— Coinbase Support (@CoinbaseSupport)

A Kraken não comentou os problemas por meio de seus canais públicos, mas destacou que usa auditorias de prova-de-reservas, permitindo que os clientes verifiquem os saldos mantidos nas bolsas assim como o lastro dos ativos depositados.

Check if the exchange you’re using undergoes Proof of Reserves audits.ICYMI: Kraken is committed to regular audits - enabling you to verify the balances you hold on our exchange are backed by real assetsDon’t trust, verify your balance now ⤵️— Kraken Exchange (@krakenfx) November 8, 2022

Verifique se a exchange que você está usando passa por auditorias de Prova de Reservas.

ICYMI: A Kraken está comprometida com auditorias regulares - permitindo que você verifique se os saldos que você mantém em nossa exchange são lastreados por ativos reais

Não confie, verifique seu saldo agora

— Kraken Exchange (@krakenfx)

A Kraken disse em uma atualização postada em sua página de status no final de 8 de novembro que resolveu os problemas de conectividade após a implementação de uma correção, mas não explicou o que causou o problema.

O mecanismo de prova de reservas baseia-se em uma auditoria independente realizada por um terceiro para verificar se os ativos de um custodiante são mantidos conforme o reivindicado.

A mais recente turbulência no mercado foi desencadeada pelo anúncio em 8 de novembro do fundador e CEO da FTX, Sam Bankman-Fried, de que a empresa fechara um “acordo sobre uma transação estratégica” com a Binance. A empresa comanda por Changpeng "CZ" Zhao decidiu adquirir a FTX após o anúncio do propósito de liquidar 23 milhões de FTX Token (FTT), desencadeando uma crise de liquidez na concorrente FTX. No Twitter, membros da comunidade compararam o acordo a um "movimento de xadrez", insinuando que a Binance agiu intencional e estrategicamente de forma a obrigar SBF a fechar o acordo.

A série de golpes e contragolpes desferidos em postagens no Twitter desencadeou uma liquidação maciça do FTX Token, derrubando o valor do ativo abaixo do seu preço de suporte. As vendas continuara e o token já acumula perdas de mais de 75% nas últimas 24 horas, sendo negociado a US$ 4,52 no momento da publicação.

Horas após o acordo, Changpeng Zhao, observou no Twitter que a exchange também começaria a usar prova de reservas em breve, acrescentando que “os bancos operam com reservas fracionárias. As exchanges de criptomoedas não deveriam” agir da mesma forma.

Atualização (9 de novembro, 05:00 UTC): Adicionada informação de que a Kraken resolveu os problemas de conectividade enfrentados pelos usuários.

Source

Subscribe to get our top stories

Coin News
App StoreApp Store