Coin News

Co-fundador da criptomoeda Luna recebe péssima notícia das autoridades

20 min ago3 min readOther
Co-fundador da criptomoeda Luna recebe péssima notícia das autoridades

O co-fundador da Terra (Luna), criptomoeda que colapsou em maio deste ano, recebeu uma dura notícia das autoridades sul-coreanas, que conseguiram encontrar e apreender mais de US$ 100 milhões, cerca de 538 milhões de reais, em ativos pertencentes a Shin Hyun-Seong (Daniel Shin), um dos criadores da Terraform Labs.

De acordo com notícias locais, um tribunal aprovou o pedido do promotor para congelar 140 bilhões de won (US$ 104 milhões) em criptomoedas que Shin conseguiu vendendo tokens LUNA pré-mineradas.

O confisco das criptomoedas é resultado de uma investigação em andamento contra Shin por supostamente obter lucros ilegais ao vender criptomoedas do ecossistema Terra. Ao mesmo tempo, o acusado vazou dados de transações de clientes de sua outra empresa, a Chai Corporation, para a Terraform Labs.

Os promotores sul-coreanos alegam que Hyun-Seong violou as leis de capitais locais ao vender secretamente os tokens antes do colapso do projeto.

O movimento faz parte de um esforço em larga escala das autoridades sul-coreanas contra a Terraform Labs em relação ao colapso sem precedentes de seu ecossistema, que causou prejuízo de US$ 60 bilhões em milhões de investidores no mundo todo.

Shin, que teve sua casa invadida por policiais em julho, disse ter cortado relações com a Terraform Labs e o CEO da empresa, Do Kwon, em 2020, quando mudou para a empresa de tecnologia de pagamento Chai Corporation, na qual Shin atualmente atua como fundador e diretor executivo (CEO).

Do Know foragido

Desde o colapso da criptomoeda Terra (Luna) em maio, os investidores e as autoridades querem saber a localização de Do Know, o CEO e co-fundador da Terraform Labs, que está foragido desde então.

A Coreia do Sul emitiu um mandado de prisão e um alerta vermelho na Interpol contra o fundador da Terra, além disso, seu passaporte foi bloqueado, o que significa que ele não pode viajar legalmente entre os países.

Até o momento, o paradeiro de Kwon é desconhecido, com as autoridades dizendo que ele está em fuga e provavelmente na Europa.

Kwon, no entanto, afirma que não está fugindo e que vai cooperar com qualquer agência governamental que tiver interesse em se comunicar. Entretanto, dados os últimos acontecimentos, é difícil acreditar na mensagem do golpista.

O criador da Luna acusou a Coreia do Sul de perseguição política. Portanto, é possível que esteja usando isso para tentar conseguir imunidade diplomática em algum país europeu.

Muitos esperam que ele seja preso por lesar investidores que acreditaram em sua stablecoin algorítimica, a TerraUSD (UST). Entretanto, tudo indica que isso não acontecerá tão cedo.

Source

Subscribe to get our top stories

Coin News
App StoreApp Store