Coin News

As cinco criptomoedas que mais subiram e caíram na semana

23 Jul, 20225 min readBitcoin
As cinco criptomoedas que mais subiram e caíram na semana

Cinco criptomoedas subiram até 70% nesta semana de recuperação do mercado, que voltou a valer mais de US$ 1 trilhão. O período de alta é impulsionado por uma recuperação do bitcoin que deu um alívio aos investidores nessa semana, além do abrandamento de eventos que causavam a queda generalizada do mercado, como o colapso do Terra (Luna).

O Bitcoin (BTC), por exemplo, subiu quase US$ 1 mil nas últimas 24 horas e acumula na semana cerca de 12% de valorização. O Ethereum (ETH) também opera em alta, e combinou 30% de ganho no mesmo período.

Na contramão, mas não em grande escala, algumas altcoins chegaram a cair até 20%. Veja quais foram as cinco criptomoedas que mais subiram e caíram nos últimos sete dias, seguindo dados do CoinMarketCap.

Criptomoedas que mais subiram na semana

Ethereum Classic (ETC) — alta de 70%

Campeão de valorização na semana, o Ethereum Classic (ETC) começou a mostrar forte desempenho ainda no sábado (16), quando era negociado na faixa dos US$ 14. No momento da escrita, o ETC vale US$ 25 na maioria das corretoras, uma alta acumulada de 70% nos últimos sete dias.

Bitcoin Gold (BTG) — 50%

O Bitcoin Gold, um dos mais antigos forks do Bitcoin, também voltou à cena nesta semana, com uma alta acumulada de 50% que começou a dar sinais também no último fim de semana. No momento da escrita, a moeda é negociada em US$ 23.

Ethereum (ETH) — 48%

Como descrito no início, o Ethereum acumula 30% de ganho na semana e foi uma das poucas criptomoedas do top 5 a mostrar sinais de alta antes da recuperação atual do mercado.

Em meados de junho, o ETH já vinha se recuperando, pelo menos em parte, do inverno cripto. No momento da escrita, o ether é negociado em US$ 1.560.

ApeCoin (APE) — 44%

ApeCoin também deu sinais de alta no último fim de semana, quando seu preço ligeiramente em queda variava entre US$ 4,40 e US$ 4,70. Nesta sexta-feira, o token APE está sendo negociado em US$ 6,50, o que perfaz uma alta de 44% nos últimos sete dias.

Lido DAO (LDO) — 42%

O token LDO, negociado no momento da escrita na faixa de US$ 1,60, teve uma alta na semana de 42%. A recuperação veio depois de a altcoin quase cair abaixo de US$ 1, também no último sábado.

O destaque para esse criptoativo é sua alta somada nos últimos 30 dias, que ultrapassa 200% na tarde desta sexta-feira (22).

Altcoins que mais caíram na semana

Terra Classic USD (USTC) — Queda de 18%

Pelo preço e volatilidade, a Terra Classic USD – como agora é chamada a antiga UST – nem parece que já foi uma stablecoin com US$ 30 bilhões em valor de mercado.

Pelo andar da carruagem, seus detentores ainda sonham um com uma paridade de 1-1 com o dólar, dadas as valorizações no final de junho. Cotada em US$ 0,038 no momento da escrita, o USTC teve uma queda de 18% nos últimos sete dias.

Elrond (EGLD) — -6%

O token EGLD acumula uma queda de 6% nos últimos sete dias e é negociado nesta tarde de sexta em cerca de US$ 56. A perda semanal não é tão diferente da mensal, que é de 4,5%.

Quant (QNT) — -6%

A Quant vem oscilando nos últimos dias entre US$ 100 e US$ 110 e acumula na semana uma desvalorização de cerca de 6%. Mas vale lembrar que nos últimos 30 dias, a alta da altcoin foi acima dos 80%. No momento da escrita, o token QNT é cotado a US$ 98.

Internet Computer (ICP) — -3%

ICP é um token que quando surgiu há cerca de um ano chamou a atenção geral do mercado por entrar de repente no top 10 das maiores criptomoedas, valendo quase US$ 400. Mas seu preço vem desabando desde então. No momento da escrita, o ICP é cotado em US$ 6,60 e tem uma queda semanal de cerca de 3%.

Arweave (AR) — -2%

O token AR, que menos desvaloriza neste grupo, acumula uma queda de 2% nos últimos sete dias, mas no momento da escrita seu gráfico mostra uma tendência de queda nas próximas horas, já que cai acima dos 7% nesta tarde de sexta, quando está sendo negociada em US$ 13,30.

Quer negociar mais de 200 ativos digitais na maior exchange da América Latina? Conheça o Mercado Bitcoin! Com 3,8 milhões de clientes, a plataforma do MB já movimentou mais de R$ 50 bilhões em trade in. Crie sua conta grátis!

Source

Subscribe to get our top stories

Coin News
App StoreApp Store