Coin News

Cidade argentina é a primeira a aceitar criptomoedas para pagamento de imposto

29 Aug, 20223 min readOther
Cidade argentina é a primeira a aceitar criptomoedas para pagamento de imposto

Uma cidade da Argentina se tornou a primeira a aceitar criptomoedas como pagamento de imposto no país, que atravessa problemas com a moeda local. De forma pioneira, governos pelo mundo seguem reconhecendo o bitcoin como meio de pagamentos.

Várias cidades pelo mundo estudam aceitar bitcoin como pagamento por impostos, ainda que poucas tenham conseguido implementar na prática.

No Brasil, por exemplo, a capital Rio de Janeiro é uma que cogita aceitar bitcoin e outras criptomoedas como pagamento do IPTU e outros tributos municipais. A cidade poderá até investir na moeda digital no futuro, guardando esse valor em seu tesouro.

Cidade argentina é pioneira em aceitar criptomoedas para pagamento de imposto

A Argentina é um dos países que o bitcoin segue crescendo cada vez mais, sendo a explicação para isso o colapso do Peso argentino, moeda local emitida pelo banco central.

Com a inflação corroendo o poder de compra da divisa nacional, os argentinos buscam outras moedas para se proteger deste efeito, sendo o Dólar uma opção. Contudo, o governo restringiu o acesso à moeda norte-americana, momento em que as criptomoedas stablecoins se destacaram no país.

Assim, antenada no uso crescente dessas criptomoedas pela população, a cidade de Luján de Cuyo é a primeira no país a aceitar stablecoins como meio de pagamento para impostos.

Desde a última sexta-feira (26), todos os contribuintes podem gerar ordens de pagamentos para tributos municipais, escolhendo pagar em DAI ou USDT suas contas.

Cidade colocou marcas de corretoras Ripio, Binance, Bitso entre outras como opção

Ao comemorar ser a primeira cidade da Argentina a aceitar criptomoedas como meio de pagamento, o prefeito Sebastián Bragagnolo lembrou que o lema de sua gestão é “estado inovador, eficiente e próximo”.

Além disso, o prefeito lembrou que a província de Mendoza ajudou nos estudos para lançar essa solução, indicando que mais cidades podem aderir à novidade em breve.

“Esta conquista é também fruto do trabalho que a equipe municipal tem vindo a desenvolver em conjunto com o ministro do Tesouro e Finanças da província, Víctor Fayad.”

Para aceitar as stablecoins, a cidade da Argentina conta com ajuda de uma empresa, que receberá os valores em criptomoedas, converter tudo para Peso e transferir para a cidade.

Ao ir à tela de pagamentos de impostos com criptomoedas, chama atenção que os usuários recebem uma mensagem de que os valores podem ser enviados de corretoras, como a Ripio, Binance, Bitso e Bybit, por exemplo.

Essa é a primeira cidade argentina a aceitar criptomoedas, mas não a primeira a aceitar Bitcoin como meio de pagamento, visto que essa não será uma opção aos moradores.

Source

Subscribe to get our top stories

Coin News
App StoreApp Store