Coin News

Chefão de corretora de criptomoedas que deu golpe de R$ 10 bilhões pode pegar 40.564 anos de cadeia

30 Aug, 20223 min readBitcoin
Chefão de corretora de criptomoedas que deu golpe de R$ 10 bilhões pode pegar 40.564 anos de cadeia

O CEO da corretora de criptomoedas turca Thodex foi preso na Albânia, segundo um comunicado do Ministério do Interior da Turquia publicado nesta terça-feira (30).

O turco Faruk Fatih Özer era objeto de um alerta vermelho da Polícia Internacional (ou Interpol) — um pedido internacional por autoridades para localizar e prender temporariamente uma pessoa.

Ele era procurado devido ao seu papel no desaparecimento da noite para o dia da Thodex, que deixou milhares de clientes sem acesso às suas contas. Segundo a imprensa turca, o golpe teria afetado cerca de 400 mil pessoas e gerado um prejuízo de cerca de US$ 2 bilhões, o equivalente a mais de R$ 10 bilhões. Caso seja condenado na Turquia, sua pena poderia chegar a 40.564 anos, de acordo com o promotor responsável pelo caso.

O processo de extradição de Özer de volta à Turquia foi iniciado pela Interpol, de acordo com o governo turco.

Ele irá enfrentar uma árdua batalha jurídica, pois promotores legais supostamente vão ordenar sentenças de prisão de milhares de anos para executivos da extinta corretora.

A saga da Thodex

Operacional desde 2017, a Thodex repentinamente suspendeu a negociação em abril de 2021, dizendo que precisava de uma pausa de quatro a cinco dias para negociar um suposto aporte na empresa.

Um dia depois, Özer mudou de versão, dizendo que a empresa havia sido forçada a suspender a negociação por conta de ciberataques, mas insistiu que os fundos de clientes estavam seguros e prometeu devolver o dinheiro aos investidores em breve.

Naquele mesmo dia, a polícia turca deteve 62 pessoas, confiscou os computadores da empresa e congelou suas contas.

Neste momento, Özer já havia fugido para a Albânia, mas o governo turco estava se preparando para sua extradição. Porém, isso foi mais complicado, pois a busca continuou por meses.

Agora, ele foi finalmente encontrado em Vlorë, uma cidade costeira e a terceira mais populosa da Albânia. Sua identidade foi confirmada usando resultados biométricos, segundo a contraparte turca do Ministério do Interior da Albânia.

Em abril de 2021, foi noticiado que a Thodex aportou US$ 125 milhões em bitcoin (BTC) na corretora americana Kraken antes de suspender operações.

A empresa de monitoramento em blockchain Whitestream, responsável pela descoberta, afirmou que parecia ser uma “operação de saque”, em que executivos estavam roubando os fundos de clientes.

O governo respondeu à alta adesão de criptomoedas no país com um projeto de lei que visa implementar novas regras para a indústria.

*Traduzido por Daniela Pereira do Nascimento com autorização do Decrypt.co.

Quer negociar mais de 200 ativos digitais na maior exchange da América Latina? Conheça o Mercado Bitcoin! Com 3,8 milhões de clientes, a plataforma do MB já movimentou mais de R$ 50 bilhões em trade in. Crie sua conta grátis!

Source

Subscribe to get our top stories

Coin News
App StoreApp Store