Coin News

CEO da FTX é o “Lobo de Wall Street das criptomoedas”, diz Michael Saylor

39 min ago3 min readOther
CEO da FTX é o “Lobo de Wall Street das criptomoedas”, diz Michael Saylor

Michael Saylor, presidente executivo da MicroStrategy e grande entusiasta do Bitcoin (BTC), deu uma entrevista sobre o colapso da FTX. O executivo comparou Sam Bankman-Fried (SBF), CEO da FTX, ao notório Jordan Belfort, também conhecido como “O Lobo de Wall Street”.

De acordo com Saylor, SBF “estava usando dinheiro roubado” e cooperou com reguladores corruptos para manter seu negócio funcionando. De fato, SBF aparece como um dos maiores doadores para a campanha do então candidato Joe Biden, em 2020.

A relação entre a FTX e os órgãos reguladores dos Estados Unidos provavelmente será alvo de investigações, conforme noticiou o CriptoFácil.

  • Leia também: Luna Foundation Guard gastou R$ 14 bilhões para defender lastro da UST, afirma relatório
  • Faça um filme sobre ele

    Durante uma entrevista ao podcast CoinStories, Saylor falou por uma hora sobre o colapso da FTX e seus efeitos no mercado. O ex-CEO da MicroStrategy criticou SBF, acusando-o de fazer “lobby contra todas as virtudes da indústria”, incluindo o BTC.

    Além disso, Saylor afirmou que a FTX usou finanças falsificadas e subornos a certos indivíduos. Com isso, a empresa teria conseguido obter vantagens ou aprovar regulamentações que prejudicam seus concorrentes.

    Mas Saylor foi além em suas críticas, descrevendo o CEO da FTX como “O Lobo de Wall Street” do setor cripto. O executivo disse que o caso da FTX pode acelerar a regulamentação de criptomoedas nos EUA e, de quebra, virar um grande blockbuster de Hollywood.

    “Acho que essa queda [da FTX] acelera a intervenção regulatória. Quero dizer, de fato, em certo sentido, o SBF é como o Jordan Belfort das criptomoedas. Em vez de ‘O Lobo de Wall Street’, Hollywood fará um filme chamado ‘O Rei das Criptomoedas’”, disse Saylor.

    Jordan Belfort, conhecido como “O Lobo de Wall Street”, é um ex-trader que se declarou culpado de crimes relacionados à manipulação do mercado de ações no final do século passado. Seus crimes, no entanto, lhe renderam uma sentença de apenas dois anos de prisão.

    Depois que Belfort saiu da prisão começou a viajar pelo mundo, trabalhando como palestrante motivacional. Sua história rendeu o filme O Lobo de Wall Street, de Martin Scorsese, no qual Leonardo DiCaprio interpretou Belfort.

    SBF em destaque

    A queda FTX, com sede nos EUA, criou uma montanha de negativismo em relação ao seu ex-CEO. Até mesmo Elon Musk opinou, dizendo que não tinha uma boa opinião sobre SBF e sua exchange.

    “Eu tenho um monte de gente dizendo que ele tem uma quantia enorme de dinheiro que ele quer investir no negócio do Twitter. Conversei com ele por cerca de meia hora, e eu sei que meu medidor de merda estava vermelho. Foi tipo, esse cara é uma merda – essa foi a minha impressão”, disse Musk.

    O ex-CEO da Kraken – Jesse Powell – também criticou o CEO da FTX, alegando que SBF estava fechando acordos esportivos multimilionários apenas para alimentar seu ego. Powell também criticou as doações de SBF ao Partido Democrata. “Ele (SBF) queria aparecer como umqueridinho da mídia”, acrescentou.

    Source

    Subscribe to get our top stories

    Coin News
    App StoreApp Store