Coin News

CBF rescinde contrato com exchange de criptomoedas Bitci após suposto calote

23 Nov, 20223 min readOther
CBF rescinde contrato com exchange de criptomoedas Bitci após suposto calote

Em meio à realização da Copa do Mundo de Futebol da FIFA, que ocorre no Catar, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) rescindiu o contrato de patrocínio com a exchange de criptomoedas turca, Bitci. Isso porque a empresa teria dado um “calote” na entidade, segundo apurou o portal Máquina no Esporte.

De acordo com a reportagem publicada nesta terça-feira (22), a dois dias da estreia da seleção brasileira na Copa, são vários meses de atraso no pagamento por parte da Bitci.

Acordo entre a Bitci e a CBF

Conforme noticiou o CriptoFácil, a Bitci e a CBF firmaram uma parceria para lançamento de um Fan Token e de uma coleção de NFTs da seleção em junho do ano passado. O contrato teria uma duração inicial de três anos, ou seja, ainda havia cerca de dois anos de acordo. Durante este período, ficou estabelecido que a Bitci Technology seria a única parceira de negócios em blockchain da Seleção Brasileira.

Em julho, o token Brazilian Football Team (BFT) foi lançado e esgotou em 30 minutos após uma rodada de pré-venda, rendendo R$ 90 milhões à CBF. Já em janeiro deste ano, a Bitci anunciou que lançaria a sua própria exchange de criptomoedas no Brasil. Então, em setembro, a empresa lançou os NFTs da seleção brasileira e seus jogadores.

Clubes também rompem contrato com a Bitci

Contudo, parece que as coisas começaram a desandar para a Bitci nos últimos meses. Já no mês de fevereiro, dois clubes de futebol europeus encerraram suas relações comerciais com a exchange turca. Um deles foi o Sporting Lisboa, o clube que revelou o astro do futebol Cristiano Ronaldo. O segundo clube é o italiano Spezia. Desde então a exchange vem sendo acusada de não honrar com seus acordos de patrocínio.

Agora, os problemas chegaram à CBF e a marca da exchange não estampa mais o backdrop da sala de coletiva de imprensa da seleção na Copa. Não há, no entanto, um comunicado oficial da CBF informando sobre a rescisão do contrato com a Bitci.

A Máquina do Esporte apurou ainda que a Bitci continua negociando os NFTs da seleção brasileira em sua plataforma apesar do fim do acordo. A CBF já teria notificado a exchange sobre isso, mas, ao que parece, os pedidos foram ignorados.

Token da Seleção cai

O token emitido pela Bitci da seleção do Brasil, o Brazil Football Team Fan Token (BFT), recuou cerca de 12% nas últimas 24 horas. De acordo com dados do CoinGecko, o ativo digital está custando R$ 3,63 (US$ 0,67), no momento da escrita.

Gráfico de preço do token BFT. Fonte: CoinGecko

Source

Subscribe to get our top stories

Coin News
App StoreApp Store