Coin News

Cazaquistão testará moeda digital nacional em blockchain da Binance, revela CEO

27 Oct, 20223 min readBlockchain
Cazaquistão testará moeda digital nacional em blockchain da Binance, revela CEO

O Banco Nacional do Cazaquistão integrará sua moeda digital do banco central (CBDC, na sigla em inglês) na rede blockchain BNB Chain, patrocinada pela Binance, disse o CEO Changpeng Zhao, nesta quinta-feira (27).

O BC começou a testar uma versão digital de sua moeda nacional, o tenge do Cazaquistão, no ano passado, e disse que tomaria uma decisão sobre o lançamento de uma CBDC até o final de 2022.

A Binance apresentou a BNB Chain ao banco central do país, afirmou Zhaovia Twitter. Segundo o executivo, a autoridade monetária decidiu testar casos de uso para a CBDC usando a rede blockchain que tem a Binance Coin (BNB) como moeda corrente.

“Nossa equipe se reuniu com o vice-presidente do Banco Nacional do Cazaquistão, Berik Sholpankulov, e o chefe do Centro Tecnológico e de Pagamentos, Binur Zhalenov. Apresentamos a comunidade da BNB Chain para discutir testes integrando o tenge digital”, disse o CEO, ressaltando que a moeda digital do Cazaquistão já lançou um piloto de moeda digital em um ambiente controlado e com consumidores e comerciantes reais.

O Cazaquistão tem uma relação mista com o setor de criptomoeda. Ao mesmo tempo em que reprime a mineração de criptomoedas pelo uso intensivo de energia, também tenta atrair exchanges para seu Centro Financeiro Internacional de Astana (AIFC).

No início de outubro, a Binance anunciou que obteve uma licença para operar no Cazaquistão por meio da Autoridade de Serviços Financeiros de Astana, responsável por aprovar esse tipo de permissão.

O CoinDesk entrou em contato com o Banco Nacional do Cazaquistão para comentar o assunto, mas não recebeu uma resposta até o fechamento da matéria.

Binance lança rival da Chainlink para BNB Chain

A novidade sobre os testes com a CBDC do Cazaquistão vem após o lançamento na quarta-feira (26) do serviço Binance Oracle, que cria oráculos para levar dados externos a projetos em blockchain. A iniciativa rivaliza com a Chainlink (LINK), que roda na rede Ethereum (ETH).

Oráculos permitem que contratos inteligentes sejam executados com dados do mundo real, garantindo que aplicativos de finanças descentralizadas (DeFi) e produtos similares utilizem dados precisos, como preços de ativos e previsões meteorológicas. Os oráculos também podem ser bidirecionais, permitindo-lhes “enviar” dados para o mundo exterior.

Recentemente de falta de dados confiáveis ​​de oráculos contribuiu para uma exploração de US$ 100 milhões no serviço de empréstimos baseado em Solana, Mango Markets, no qual o invasor conseguiu enganar o protocolo para liberar milhões de dólares em tokens depois de manipular os mecanismos de empréstimo.

“A Binance Oracle emergirá como um contribuinte significativo para a Web3, oferecendo uma rede estável, confiável e eficiente com recursos abrangentes de precisão e acessibilidade”, disse Gwendolyn Regina, diretora de investimentos da BNB Chain, em um comunicado.

A Binance afirmou que o novo serviço beneficiará diretamente cerca de 1.400 aplicativos executados na BNB Chain, onde irá funcionar primeiro. Segundo a empresa, 10 projetos da BNB Chain já estão integrados ao Binance Oracle. O projeto, no entanto, é agnóstico e também será disponibilizado a outras redes.

Cadastre-se e descubra como surfar a Terceira Onda das Criptomoedas e entenda por que você deveria olhar agora para esse tipo de investimento

Source

Subscribe to get our top stories

Coin News
App StoreApp Store