Coin News

Campari, Buchecha, MC Gui, Netinho de Paula, Emerson Fittipaldi e Túlio Maravilha lançam coleção de NFTs

25 Aug, 20225 min readNFT
Campari, Buchecha, MC Gui, Netinho de Paula, Emerson Fittipaldi e Túlio Maravilha lançam coleção de NFTs

Uma das bebidas mais famosas do Brasil, o Campari, anunciou o lançamento de uma coleção própria de NFTs, por meio de uma plataforma própria The Campari Blockchain, que vai ao ar em 5 de setembro, às 18h. A primeira coleção da marca será chamada Alchimia di Campari.

A marca irá disponibilizar obras de arte inspiradas nos 29 coquetéis que competiram em Campari Bartender Competition 2022, campeonato que visa fomentar a versatilidade de Campari por meio da coquetelaria. No total, 489 NFTs estarão à venda e destravarão experiências exclusivas com a marca.

Os NFTS apresentam diferentes nívei de raridade para os consumidores amantes da coquetelaria. Segundo a empresa, 85% da venda dessas obras de arte colecionáveis serão revertidas em prol do bartender, 60% para o fundo da Campari Academy e 25% para os bartenders competidores de Bartender Competition.

“Nosso objetivo ao lançar The Campari Blockchain é, além de criar uma comunidade exclusiva para os amantes da marca, com acesso a informações e experiências incríveis de imersão, fomentar ainda mais a comunidade de bartenders, gerando renda e conhecimento para eles, as grandes estrelas idealizadoras dos nossos drinks”, conta Vinicius Löw, Diretor de Marketing do Grupo Campari.

O lançamento da plataforma e da coleção de NFTs é uma parceria do Campari Group com a TresPontoZero.io.

Fanstation

Quem também está ingressando no universo dos NFTs é a Fanstation, empresa voltada ao mercado de artes e que, depois de um estudo sobre o setor, resolveu lançar uma plataforma própria para comercialização de NFTs.

“Queremos oferecer ao nosso público uma experiência de aproximação real com seus ídolos, com tecnologia, benefícios e oportunidades em contratos que consistem em ativos digitais com certificado de propriedade exclusivos”, afirma Alexandre Rapchan, CEO da Fanstation.

De acordo com Andréa Farias, COO da Fanstation, a decisão de reestruturar a Fanstation aconteceu também por conta dos resultados promissores apurados no mercado de NFTs em 2021. Naquele ano, o valor de todas as negociações foi de US$ 23 bilhões, cerca de R$ 130,1 bilhões, segundo pesquisa da startup DappRadar, que monitora em tempo real diversas plataformas blockchain.

Esses dados estão próximos de serem superados em 2022, já que, de janeiro a abril de 2022, os NFTs movimentaram R$ 144 bilhões (US$ 30 bilhões), segundo pesquisa da Chainalysis.

“Nossa estimativa de faturamento para esse semestre é de R$ 10 milhões. O consumidor procura por novas oportunidades de investimentos em produtos, serviços e plataformas que possam aproximá-lo de seus ídolos, em linha com a tecnologia. Nosso intuito é que o consumidor e investidor entenda os NFTs como opções de longo prazo também”, observa Andréa.

NFTs de Túlio Maravilha

As categorias de atuação da Fanstation no universo dos NFTs estão divididas em esportes, música, artes cênicas, artes visuais, autores e influencers.

“Já fechamos parcerias com grandes nomes como Buchecha, MC Gui, Netinho de Paula, Emerson Fittipaldi, Túlio Maravilha, o pentacampeão Luizão, o técnico Joel Santana, os jogadores de futebol Kauan Basile e David Nogueira, o jogador de futsal Neto, a jogadora de vôlei Claudinha Bueno, a jogadora de basquete Alessandra Oliveira e o escritor Gravuni Antonio Vilmar”, comenta.

Andrea acrescenta que a Fanstation mantém negociações com outros importantes nomes famosos, clubes de futebol e escolas de samba.

Túlio Maravilha acredita que o lançamento de NFTs será uma forma de manter o legado da época vivo e proporcionar a troca de conhecimentos entre gerações. O jogador tornou-se ídolo do time carioca Botafogo após ser considerado um dos grandes responsáveis na conquista do Campeonato Brasileiro pelo time em 1995. Se referindo como da época do futebol ‘romântico e raiz’,

“Precisamos acompanhar a experiência de tecnologia e mostrar o legado do futebol para a garotada atual. É a maneira de manter a história viva e apresentar o futebol romântico e raiz para aqueles que não puderam assistir ao vivo. Os papéis vão se inverter, antes os pais explicavam para os filhos e agora será o contrário. Vejo como uma oportunidade de gerar aproximação com a molecada", declara o ídolo do futebol.

Já o dono de emblemáticas músicas brasileiras dos anos 90 como “Só Love” e “Quero Te Encontrar”, Buchecha, da dupla Claudinho e Buchecha declara: “a compra de NFTs cria uma relação mais próxima com os fãs pelo fato de que eles se tornam proprietários de tudo que você lança, desde as coisas mais simples até as mais elaboradas. Eles são sócios, o que torna tudo mais bacana e gera uma aproximação muito maior.

Acaba indo muito além do que apenas negócios, estamos falando de afeto, de aproximação, empatia e carinho. Vai ser mais um nicho para manter essa boa convivência com os fãs e trazê-los para ainda mais perto”.

A partir das categorias determinadas, a Fanstation desenvolve os produtos com conteúdos exclusivos e toda a criação do storytelling para contar a história do NFT. Na próxima etapa, são realizadas a criação do NFT e a gestão dos contratos inteligentes. Por fim, é feita a ativação de uma comunidade com foco nas discussões do NFT.

Source

Subscribe to get our top stories

Coin News
App StoreApp Store