Coin News

Caixas eletrônicos de Bitcoin são hackeados, suspeita de retaliação russa

22 Aug, 20223 min readBitcoin
Caixas eletrônicos de Bitcoin são hackeados, suspeita de retaliação russa

Ao tentar usar caixas eletrônicos de Bitcoin, diversos usuários viram suas economias serem desviadas para carteiras de hackers. No momento, é especulado que os ataques foram realizados por russos, em retaliação ao apoio da empresa à Ucrânia.

Segundo relatório da General Bytes, fabricante das máquinas, a vulnerabilidade era desconhecida até o momento. Sendo assim, este é considerado como um ataque de dia zero, aumentando a preocupação de todos.

Segundo apuração do portal Protos, seis dos treze usuários hackeados perderam dinheiro. O montante ultrapassa a soma dos US$ 16.000 (R$ 82.500) e apesar da General Bytes afirmar não ser obrigada a reembolsar os mesmos, a empresa está considerando a opção.

Retaliação russa, especula empresa de caixas eletrônicos de Bitcoin

Em comunicado, postado na última quinta-feira (18), a General Bytes aponta que os ataques aos seus caixas eletrônicos aconteceram três dias após a empresa anunciar apoio público a Ucrânia, país em guerra com a Rússia. Portanto, especula-se que russos possam estar por trás dos acontecimentos.

Além disso, a falta de conhecimento sobre a vulnerabilidade pela equipe classifica o ocorrido como um ataque de dia zero. Ou seja, a empresa precisou acelerar seu trabalho para identificar a falha e então corrigi-la.

“Observação: concluímos várias auditorias de segurança desde 2020 e nenhuma delas identificou essa vulnerabilidade. O ataque ocorreu três dias após anunciarmos publicamente o recurso ‘Ajude a Ucrânia’ nos caixas eletrônicos.”

Segundo o site Bleeping Computer, primeiro a noticiar o hack, a vulnerabilidade estava presente desde o ano 2020, permitindo que agentes maliciosos criassem uma conta de administrador e alterassem os endereços de Bitcoin exibidos pelos caixas eletrônicos.

No total, a empresa afirma que seus clientes perderam mais de 16.000 dólares (US$ 82.500) e, em e-mail ao Protos, afirma estar estudando a possibilidade de ressarci-los, mesmo que isso não seja a sua obrigação.

Caixas eletrônicos de criptomoedas em ascenção

Segundo dados de agosto, o número de caixas eletrônicos de Bitcoin e outras criptomoedas ultrapassou a marca de 39.000 unidades no mundo. A maioria está localizada nos EUA, país que detém 88% destes equipamentos.

Dando enfase ao ataque, a General Bytes é responsável por 22,8% destes caixas eletrônicos, sendo a segunda maior fabricante, atrás apenas da Genesis Coin.

Sendo assim, além de exchanges, pontes e protocolos de DeFi, os hackers parecem ter um novo alvo em vista, os caixas eletrônicos. Entretanto, é possível que a motivação deste ataque tenha sido mais política do que financeira.

Source

Subscribe to get our top stories

Coin News
App StoreApp Store