Coin News

Em busca de conquistar brasileiros, exchanges internacionais de Bitcoin lançam até CDBs cripto com rendimento de até 12%

21 Jun, 20224 min readBitcoin
Em busca de conquistar brasileiros, exchanges internacionais de Bitcoin lançam até CDBs cripto com rendimento de até 12%

Em busca de conquistar os investidores brasileiros de criptomoedas algumas das principais exchanges internacionais de criptoativos anunciaram o lançamento de produtos e serviços que oferecem desde rendimento garantido de até 12% com criptoativos até plano de 'recuperação' em caso de queda do valor de tokens.

Uma delas é a Bybit que lançou o Bybit Ganhos, um produto que se assemelha aos CDBs, adaptado aos padrões do mercado cripto, que pagará 12,75% APY (rendimento percentual anual) do valor investido ao final de 30 dias.

Com participação limitada e dedicada a brasileiros e portugueses, será possível fazer depósitos em reais, via PIX, e em poucos cliques, graças a uma parceria com a Transfero, obter ganhos em dólar comprando USDC, stablecoin pareada com o dólar americano.

“Essa oportunidade permitirá a novos entrantes e investidores que não desejam fazer investimentos mais arriscados devido às condições do mercado possam proteger seu dinheiro contra a inflação, ao mesmo tempo que seus ganhos serão dolarizados”, explica Guilherme Prado, gerente de Novos Negócios da Bybit.

A taxa de retorno em 12,75% APY para o prazo de 30 dias é competitiva em relação ao que é praticado pelo mercado financeiro tradicional. Segundo o aplicativo Renda Fixa, o produto financeiro de maior rentabilidade disponível na data desta publicação é um CDB da Suzano, que está pagando 0,84% para o mesmo prazo.

Para um investimento de R$ 5 mil, o CDB retornaria R$ 42,05 líquidos, enquanto o staking em USDC devolveria ao investidor aproximadamente R$ 53,13, considerando uma taxa de conversão de 5 reais para 1 dólar.

“Primeiro de tudo, é importante que o investidor não comprometa uma renda da qual ele possa precisar até o prazo para liquidação, porque para ter o direito à rentabilidade total essa quantia ficará travada. Em segundo lugar, a flutuação do dólar pode jogar contra ou a favor, já que esse staking em específico é monetizado em USDC”, esclarece Prado.

Os investidores interessados poderão investir no mínimo 100 USDC e no máximo 1.000 USDC por CPF. A Bybit limitará o acesso ao produto a novos clientes, que fizerem o staking até 5 de julho ou enquanto durar o lote de $5.600.000 USDC.

Fundo de Proteção aos Investidores

Outra exchange internacional que está lançando um novo produto de olho no mercado brasileiro é a Bitget, que anunciou um "fundo de proteção aos investidores", que promete recompensar os usuários da exchange caso o preço de uma criptomoeda despenque durante seu lançamento no sistema de launchpad da empresa.

Segundo detalhou a Bitget em suas redes sociais quando um token for lançado pela exchange no Bitget Launchpad os investidores tem uma garantia de até 7 dias sobre o preço inicial de listagem, ou seja, se durante este período o valor do token cair abaixo do preço de abertura na listagem a empresa irá recompensar os usuários com um prêmio em BGB, token nativo da exchange.

O sistema foi lançado pela exchange no mes de junho durante a listagem do token Revoland (REVO).

Outra exchange internacional que anunciou novidades para os investidores brasileiros foi a KuCoin, que destacou ter cumprido determinações do Banco Central do Brasil com relação a requisitos de KYC (Know Your Customer) para oferecer depósitos e saques em reais via TED e PIX.

"Em breve, lançaremos mais recursos, como pares de negociação fiduciária, para ajudar os investidores sul-americanos a negociar criptomoedas de maneira fácil e compatível.”, disse Johnny Lyu, CEO da KuCoin.

De acordo com o relatório Into The Cryptoverse da KuCoin, o Brasil é um dos mercados de criptomoedas que mais cresce no mundo. Cerca de 34,5 milhões de brasileiros, o que representa 26% da população de 18 a 60 anos, são investidores ativos em criptomoedas. 64% dos investidores em criptomoedas procuram aumentar seus investimentos, enquanto outros 21% são considerados cripto-curiosos.

Source

Subscribe to get our top stories

Coin News
App StoreApp Store