Coin News

BlockFi congela saques e se diz “chocada” com colapso da FTX

11 Nov, 20223 min readOther
BlockFi congela saques e se diz “chocada” com colapso da FTX

A BlockFi, uma plataforma centralizada que fornece serviços de empréstimos em dólares com garantia de criptomoedas, anunciou que está congelando saques.

A empresa disse que está “chocada e consternada” com os eventos que se desenrolam com a FTX e a Alameda. Acredita-se que a BlockFi tenha tido exposição com uma linha de crédito de US$ 400 milhões da FTX.US.

Citando “proteção” aos investidores, a empresa decidiu desativar as retiradas. A administração da BlockFi também pediu aos usuários que não fizessem depósitos. No Twitter a plataforma disse que o serviço será restaurado somente após a resolução da crise em torno da exchange de criptomoedas FTX.

Atualmente, não está claro se a FTX US continuará funcionando, com a exchange anunciando que “as negociações podem ser interrompidas”.

“Até que haja mais clareza, estamos limitando a atividade da plataforma, incluindo a pausa de saques”, disse a BlockFi.

1) All @BlockFi products are fully operational.— Flori Marquez (@FounderFlori) November 8, 2022

BlockFi

A BlockFi tinha 500.000 clientes no ano passado, quando foi avaliada em US$ 4 bilhões. Há sugestões de que ela tinha US$ 14 bilhões em ativos em 2021, mas foi afetada pelo colapso da Three Arrows Capital neste ano, com a maioria dos clientes provavelmente saindo na época.

Em 8 de novembro, o fundador da BlockFi, Flory Marquez, garantiu que todos os produtos da empresa são viáveis, e o negócio não depende das empresas de Sam Bankman-Fried.

A BlockFi twittou que um acordo com a FTX para uma linha de crédito lhes deu acesso a dinheiro que reforçou ainda mais seu balanço patrimonial e a robustez da plataforma.

Em julho, a plataforma celebrou um acordo com a FTX US. Os termos previam a emissão de um empréstimo de US$ 400 milhões pela divisão norte-americana ao receber uma opção de compra da empresa por US$ 240 milhões.

Em 10 de novembro, o CEO da FTX afirmou que a crise de liquidez não afetou a FTX US. No entanto, o site americano postou um anúncio no site sobre uma possível cessação das negociações nos próximos dias. Os usuários foram aconselhados a fechar posições.

— BlockFi (@BlockFi) November 11, 2022

Efeito dominó

Várias grandes empresas de criptomoedas apressaram-se a se distanciar da falida FTX. A BlockFi é a primeira e até agora a única empresa de criptomoedas a ser completamente afetada pela falência da FTX e da Alameda.

A Genesis Trading, outra empresa com ligações com a FTX, disse recentemente que estava continuando suas operações normais e não possuía “tokens de troca centralizados”. No dia seguinte, uma subsidiária do Digital Currency Group, anunciou que ~$ 175 milhões em fundos foram bloqueados em sua conta da FTX.

As part of our goal in providing transparency around this week’s market events, the Genesis derivatives business currently has ~$175M in locked funds in our FTX trading account. This does not impact our market-making activities.— Genesis (@GenesisTrading) November 10, 2022

O CEO da Crypto.com, Chris Marszalek, disse que o impacto da crise do império de negócios Bankman-Fried nas operações da plataforma “não é significativo”.

Um dia depois, a empresa suspendeu depósitos e saques em USDC e USDT na blockchain Solana. Marszalek apontou que o FTX era a plataforma mais importante para essas stablecoins no ecossistema blockchain.

Source

Subscribe to get our top stories

Coin News
App StoreApp Store