Coin News

Bitcoin sobe para US$ 21 mil após Fed subir juros e puxa mercado cripto; Tron dispara até 27%

16 Jun, 20225 min readBitcoin
Bitcoin sobe para US$ 21 mil após Fed subir juros e puxa mercado cripto; Tron dispara até 27%

O Bitcoin (BTC) voltou a ter uma leve alta após chegar a ameaçar perder o nível de US$ 20 mil, seguindo o ânimo do mercado após o Federal Reserve (banco central dos Estados Unidos) anunciar uma alta de juros de 0,75 ponto percentual, a maior desde 1994.

O Ethereum (ETH), a segunda maior criptomoeda em valor de mercado, também caiu antes de saltar para mais de US$ 1.200 após o anúncio do Fed. Apesar disso, o mercado voltou a perder um pouco de força nas horas seguintes, apesar de ainda acumular alta nas últimas 24 horas.

Outras altcoins importantes também operam no verde, como Solana (SOL) subindo até 20%, enquanto Uniswap (UNI) e Polkadot (DOT) subiram mais de 15%.

Os ganhos recuperaram parte da enorme perda das criptos dos últimos seis dias, após uma alta surpreendente do Índice de Preços ao Consumidor dos EUA (CPI), que mostrou uma inflação desenfreada e, em seguida, com a decisão da plataforma de empréstimos de criptomoedas Celsius de interromper os saques.

“O Medo, a Incerteza e a Dúvida (FUD, na sigla em inglês) tomaram conta dos mercados de criptomoedas, passando de um ativo para outro”, disse Max Galka, CEO da Elementus, ao CoinDesk. “Hoje é a Celsius, amanhã provavelmente será outra empresa. Quando esse ciclo começar, ativos exóticos como criptomoedas serão os primeiros a serem vendidos entre investidores institucionais, e todos saberemos onde o caminho termina”.

Os preços das criptomoedas acompanharam os ganhos das ações na quarta-feira, com o pesado Nasdaq subindo 2,5%, revertendo algumas de suas fortes perdas do início da semana. O S&P 500, que atingiu o bear market (queda de pelo menos 20% em relação à máxima anterior) na terça, avançou 1,4% para quebrar uma sequência de cinco dias de perdas.

O movimento foi reação ao forte “remédio inflacionário” do Fed e às indicações de que continuaria a ser hawkish. Jerome Powell, presidente do Fed, disse que a surpresa inflacionária da semana passada justificou “uma ação forte nesta reunião” em vez de esperar mais seis semanas pela próxima.

“Decidimos que precisávamos seguir em frente, e assim fizemos”, disse Powell. “Chegamos à conclusão de que gostaríamos de fazer um pouco mais de carregamento de front-end nisso”. Ele observou que “um aumento de 50 pontos-base ou de 75 pontos-base parece mais provável em nossa próxima reunião”.

A inflação também ganhou destaque para os investidores europeus na quarta após o Banco Central Europeu (BCE) convocar uma reunião não programada para considerar questões de mercado mais amplas, incluindo o aumento dos custos de empréstimos entre os países endividados do continente.

  • Assista: O que aconteceu com o Bitcoin e o que esperar para o preço da criptomoeda
  • Tron dispara com DAO implantando US$ 220 milhões para compra de tokens

    O token TRX, da Tron, subiu até 27% nas últimas 24 horas, com a stablecoin descentralizada do ecossistema, USDD, voltando a se aproximar da paridade de US$ 1.

    A TronDAO, uma organização descentralizada que supervisiona o desenvolvimento da Tron, disse em um tuite na quarta-feira que enviou mais de US$ 120 milhões em USD Coin (USDC) para a Binance para “comprar TRX”, criando pressão de compra entre os traders. Mais tarde, a DAO enviou outros US$ 100 milhões para a compra do TRX, disse em um outro tuite.

    O TRX subiu para mais de US$ 0,06 nas primeiras horas da manhã asiática antes de sofrer uma breve queda. Os futuros que rastreiam o token viram cerca de US$ 8 milhões em liquidações, uma das mais altas entre as principais criptomoedas.

    A demanda adicional por TRX provavelmente ocorreu quando os traders tentaram trazer o USDD de volta à sua paridade em meio a uma corrida de mercado mais ampla que viu o Bitcoin e o Ethereum subirem forte nas últimas 24 horas.

    O USDD caiu para US$ 0,91 esta semana em meio aos riscos de contágio no mercado de criptomoedas e ao fraco sentimento macroeconômico. O USDD é uma stablecoin algorítmica no Tron e conta com um mecanismo de balanceamento automatizado que envolve a cunhagem ou queima de US$ 1 em TRX para criar 1 USDD.

    Cofundador da BitMEX não será preso após se declarar culpado

    O cofundador da BitMEX, Benjamin Delo, passará 30 meses em liberdade condicional após ser sentenciado em um tribunal federal de Nova York na quarta-feira.

    Delo, ao lado do fundador da BitMEX, Arthur Hayes, se declarou culpado das acusações de violar a Lei de Sigilo Bancário no início deste ano em um caso que se originou em 2020. Delo também concordou em pagar uma multa de US$ 10 milhões em uma caso envolvendo o Departamento de Justiça dos EUA (DOJ) e a Commodity Futures Trading Commission (CFTC).

    Hayes foi anteriormente condenado a seis meses de prisão domiciliar e dois anos de liberdade condicional, além de uma multa semelhante.

    O DOJ, juntamente com a CFTC e o FinCEN, acusou a BitMEX e seus fundadores de violar os estatutos civis e criminais, permitindo que os residentes dos EUA negociassem derivativos de criptomoedas na bolsa, apesar de não estar registrada no país e ter práticas falhas de KYC (Conheça Seu Cliente, em tradução livre).

    Source

    Subscribe to get our top stories

    Coin News
    App StoreApp Store