Coin News

Bitcoin segue em queda enquanto se aproxima de “setembro vermelho”

28 Aug, 20223 min readBitcoin
Bitcoin segue em queda enquanto se aproxima de “setembro vermelho”

O bitcoin segue operando com sua cotação em queda e perdendo os US$ 20 mil de cotação, enquanto se aproxima do setembro vermelho. Nos últimos cinco anos, o nono mês do calendário não apresentou trégua para investidores.

Com essa situação em vista, a próxima semana inicia o próximo período de 30 dias que deve testar os nervos do mercado.

Nos últimos sete dias, o bitcoin chegou a perder 4,4% de sua cotação em Dólar, buscando a região dos US$ 19 mil, que não era vista desde o dia 13 de julho de 2022.

Em relação ao Real brasileiro, a cotação do Bitcoin se aproxima dos R$ 100 mil com a queda da última semana, deixando investidores cautelosos com o momento.

Esse movimento coloca todo o ranking das criptomoedas alternativas sob queda, com altcoins caindo com as indefinições da maior moeda digital.

Queda do bitcoin segue preocupando mercado de criptomoedas ao se aproximar do temido “setembro vermelho”

O mês de setembro é conhecido como o mês que fecha o terceiro trimestre anual, período que começa em julho. Para quem investe em criptomoedas, contudo, esse não é um momento de muitas esperanças.

Pelo menos não para quem considera que o passado pode influenciar no futuro, visto que nos últimos anos para o Bitcoin o mês de setembro foi um momento ruim e que terminou no vermelho.

Dados do site Bitcoin Monthly Return, que mostra o retorno mensal na história do BTC, indicam que a média de setembro é de uma queda de 4,76% nos últimos anos.

Para piorar a análise recente da história, a última vez que o mês de setembro registrou lucro foi em 2016, ou seja, nos últimos cinco anos a queda se mostrou presente neste período, sendo a pior de 13,65% em 2019.

Há alguma esperança para o Bitcoin?

Se alguém acredita que o passado pode influenciar o futuro, então é possível que o mês de setembro não seja tão ruim assim em 2022.

Isso porque, não é comum que o terceiro trimestre feche com grandes quedas, segundo dados da Skew. Em 2021, por exemplo, o fechamento foi de alta de 42,36% entre julho e setembro.

Para fechar em baixa então, o Bitcoin teria que perder a cotação de US$ 19.908,00, que foi o fechamento do segundo trimestre de 2022.

Ou seja, caso feche setembro acima disso, o terceiro trimestre fechará em alta e pode ser essa uma das esperanças do mercado, que vive um péssimo momento.

Source

Subscribe to get our top stories

Coin News
App StoreApp Store