Coin News

Bitcoin ronda US$ 18 mil após bater mínima de 2 anos e Solana desaba 40% no dia seguinte ao colapso da FTX

9 Nov, 20224 min readBitcoin
Bitcoin ronda US$ 18 mil após bater mínima de 2 anos e Solana desaba 40% no dia seguinte ao colapso da FTX

O mercado de criptomoedas segue fragilizado na manhã desta quarta-feira (9), um dia depois do colapso da corretora FTX, uma das maiores do mundo, que entrou em crise de liquidez após corrida de saques em meio à queda desenfreada de seu token, FTT.

Hoje, investidores reagem a mais um ingrediente no caldo de incertezas após a exchange anunciar, na noite de ontem, que as retiradas de criptoativos estão oficialmente suspensas – desse modo, as solicitações de saque que estavam em fila aguardando processamento de fato não serão mais atendidas até segunda ordem.

Após atingir a mínima de dois anos, de cerca de US$ 17.200, o Bitcoin (BTC) luta para recuperar o patamar de US$ 18 mil, negociado em queda de 10,7% nas últimas 24 horas, a US$ 17.936. Mais enfraquecido, o Ethereum (ETH) ainda acumula perdas de 19%, a US$ 1.209. Já Binance Coin (BNB) e XRP cedem 11,5% e 17,1%, respectivamente.

Entre as criptos de maior valor de mercado, o FTT segue em estado mais crítico, acumulando queda de 78% em 24 horas. Porém, foi o ativo que mais se recuperou proporcionalmente desde a mínima atingida horas atrás: de US$ 2,50, é negociado agora a US$ 4, alta de 60%.

Considerando o movimento de preços desde que a crise se intensificou, o pior desempenho é o da Solana (SOL), que estendeu as perdas e já cede mais de 40% nas últimas 24 horas, a US$ 17.

“As criptomoedas estão sofrendo porque a notícia de que existe um player quase ilíquido, com risco de insolvência tão grande, afeta sistemicamente o mercado”, explica Helena Margarido, cofundadora e head de cripto na Monett. “Protocolos de DeFi, por exemplo, e outras exchanges, têm depósitos na FTX e ainda estão com eles travados”.

“Será muito difícil, senão impossível, de o token FTT se recuperar, enquanto o SOL e demais tokens do ecossistema [da Solana] provavelmente sofrerão perdas também, pois a confiança parece estar totalmente corroída”, avalia Joe DiPasquale, CEO da gestora de fundos de criptomoedas BitBull Capital.

Para DiPasquale, no entanto, o Bitcoin não deve enfrentar um cenário extremo. “Na verdade, pode haver um aumento nas entradas [em BTC] à medida que os participantes do mercado saem de ativos mais arriscados”, diz. “De qualquer forma, quanto mais cedo isso for resolvido, melhor será para o setor, especialmente porque provavelmente atrairá mais atenção dos reguladores”.

O especialista se refere à ainda incerta aquisição da FTX pela Binance, considerada a tábua de salvação dos clientes que ainda têm recursos presos na corretora que entrou em colapso. Segundo anunciaram ontem Sam Bankman-Fried, CEO da FTX, e Changpeng Zhao, CEO da Binance, o negócio ainda passará por processo de digiligência contábil e jurídica antes da compra ser de fato sacramentada.

Especialistas ouvidos pelo InfoMoney acreditam que a operação está longe de estar garantida, e por isso o mercado ainda reage com forte receio de agravamento do quadro.

“Eu só acredito na hora que eles assinarem o contrato. Eles ainda vão fazer o due diligence (verificação contábil e jurídica do negócio)”, comenta o sócio e gestor da BLP Crypto, Alexandre Vasarhelyi, ressaltando que, portanto, nada impede que o acordo possa não vingar.

Helena Margarido, da Monett, diz que o acordo precisa ser concretizado para que ele possa surtir efeito prático – ou seja, com a Binance fornecendo a liquidez necessária para atender aos saques de clientes.

Por outro lado, Já Gracy Chen, diretora administrativa da corretora Bitget, vai além e considera “altamente improvável que a Binance consiga adquirir a FTX”. “Pode parecer que CZ (o CEO da Binance) saiu vitorioso, mas a Binance acabará pagando o preço por prejudicar os interesses de longo prazo da indústria”, aponta a executiva, em referência a suspeitas de que a Binance teve papel crucial, senão proposital, no colapso da FTX, que era até aqui vista como sua principal rival no mundo.

Veja as principais notícias do mercado cripto desta quarta-feira (9):

(Mais informações em breve)

Cadastre-se e saiba como utilizar o melhor das estratégias usadas pelos maiores investidores do mundo para aumentar seu patrimônio

Source

Subscribe to get our top stories

Coin News
App StoreApp Store