Coin News

Bitcoin pode enfrentar três anos de bear market se preço cair até US$ 10 mil

5 d ago3 min readBitcoin
Bitcoin pode enfrentar três anos de bear market se preço cair até US$ 10 mil

Com a recente desvalorização do mercado, parte dos investidores já espera um bear market mais duradouro. Um deles é Gareth Soloway, estrategista-chefe do site In the Money Stocks, que deu sua visão a respeito do mercado.

De acordo com Soloway, o Bitcoin (BTC) ainda pode se recuperar e voltar aos patamares dos US$ 30 mil. No entanto, o cenário atual seria uma “armadilha de touros”, ou seja, um falso movimento de alta. Na sequência, o BTC voltaria a cair e, se isso acontecer, deve alcançar a região dos US$ 10 mil.

Para o estrategista, esse movimento deverá ocorrer até o final do ano e marcará o início de um longo ciclo de queda. Nesse sentido, Soloway espera que o preço do BTC só volte a se valorizar a partir de 2025.

Recessão deve agravar movimento

Nesta quinta-feira (23), o preço do BTC abriu o dia em queda e voltou a cair abaixo dos US$ 20 mil, mas reverteu a queda logo depois.

Contudo, o mercado continua dando sinais de pessimismo, sobretudo após a fala do presidente do Federal Reserve (Fed) na quarta-feira (22). Jerome Powell alertou que o Fed deve intensificar as altas de juros para conter a inflação.

Mas a alta de juros tende a diminuir a atividade da economia e até gerar uma recessão. Para Soloway, se ocorrer uma recessão, o mercado de criptomoedas dificilmente terá uma nova alta no curto e médio prazo.

“Há muitas pessoas colocando stops pouco abaixo de US$ 20 mil, e é a tendência de um mercado executar esses stops. Isso faz as pessoas surtarem, os investidores mais fracos começam a vender, e finalmente você obter um fundo de curto prazo. Ainda vejo mais desvantagens. Ainda acho que cairemos para US$ 12 mil e que um preço abaixo de US$ 10 mil é muito possível”, disse.

Ciclo de halving de 2016

O ‘inverno cripto’ está afetando todos, incluindo investidores institucionais e as principais exchanges do mundo. O índice Crypto Fear & Greed Index atingiu 7 na semana passada, um dos menores níveis da história, e os investidores não estão colocando dinheiro no mercado.

Portanto, um bear market prolongado é uma grande possibilidade de acontecer. De fato, esta é a norma dentro dos ciclos de halving no preço do BTC.

No primeiro ciclo, iniciado em 2012, o BTC ficou quase quatro anos em tendência de baixa. Após registrar sua primeira máxima histórica em 2013 (cerca de US$ 1.100), o BTC só voltou a superar os US$ 1.000 em 2017.

Em 2016, quando ocorreu o segundo halving, o BTC chegou na sua máxima histórica em dezembro de 2017, quando chegou a quase US$ 20 mil. Mas o preço só voltou a ficar acima deste patamar em novembro de 2020 – quase três anos depois.

Se a previsão de Soloway virar realidade, o BTC seguirá um caminho parecido com o ciclo de halving de 2016, no qual o preço só voltou a subir no ano seguinte ao corte na emissão de novos BTC.

No momento desta publicação, o Bitcoin estava sendo negociado a US$ 20.588, alta de 1,27% no comércio de 24 horas. Desde a máxima histórica, o preço da criptomoeda já perdeu 70% do seu valor.

Source

Subscribe to get our top stories

Coin News
App StoreApp Store