Coin News

Bitcoin não chegará ao fundo até que a economia encontre o seu, diz estrategista

1 Sep, 20223 min readBitcoin
Bitcoin não chegará ao fundo até que a economia encontre o seu, diz estrategista

Para Michael Kantrowitz, estrategista chefe de investimento da Piper Sandler, o Bitcoin só encontrará o seu fundo após o mercado tradicional encontrar o seu. O motivo é a alta relação da maior criptomoeda do mercado com as ações.

Sendo assim, Kantrowitz considera o Bitcoin como um ativo para ser evitado no momento. Sobre a recuperação do mercado americano, o estrategista aponta que isso só acontecerá após o mercado imobiliário se estabilizar. Em outras palavras, está tudo conectado e alguns ativos reagem antes que outros.

No momento, poucos acreditam que o Bitcoin volte a apresentar uma alta significativa ainda neste ano. De qualquer forma, todos apontam que o bitcoin encontrará novos topos no futuro, podendo estes serem os melhores momentos de acumulação.

Próxima alta do Bitcoin depende de outros mercados

Com o Bitcoin possuindo uma alta correlação com índices de ações no último ano, alguns analistas estão classificando tal criptomoeda como um ativo de risco e, portanto, evitando-a em tempos de estresse no mercado.

Uma destas pessoas é Michael Kantrowitz, estrategista da Piper Sandler. Como exemplo, o índice S&P 500 fechou o mês de agosto com queda de 4%, já o Bitcoin amargou 14,7% no mesmo período. Indo além, ambos apresentaram uma ligeira alta antes de caírem.

“Qualquer coisa que pareça, ande ou fale como beta — bitcoin é um exemplo claro — é algo que definitivamente queremos evitar”, disse Kantrowitz ao Yahoo Finance. “E então vimos um pouco de estabilização em coisas como Bitcoin e beta neste rali do mercado. Acho que acabou, e é por isso que estamos começando a ver mais dor à frente.”

Continuando, Kantrowitz comenta que o Bitcoin não voltará a subir antes que o mercado tradicional encontre seu fundo. Ou seja, está tudo interligado.

“É uma visão puramente cíclica com a percepção de que [o Bitcoin] está sendo negociado exatamente como o mercado [tradicional] hoje, então até vermos um fundo na economia, não penso que veremos um fundo no bitcoin.”

Sobre o Bitcoin ser um ativo de proteção à inflação, outros analistas apontam que isso só ocorre em relação à impressão de dinheiro. Indo além, comentam que o aumento de preços atual está sendo causado pela escassez de produtos essenciais, como óleo e trigo. Portanto, o bitcoin não consegue se destacar neste cenário.

Primeiro sinal virá do mercado imobiliário

Continuando, o estrategista Michael Kantrowitz comenta que outros mercados dependem da estabilidade do setor imobiliário. Apesar disso, nota que esta estabilidade está longe de ser atingida, sendo mais um sinal de alerta aos investidores.

“Você não começa um novo mercado de alta até que comece a ver o mercado imobiliário dos EUA se estabilizar. Com as taxas de hipoteca em alta é difícil ficar realmente otimista sobre este mercado nos EUA.”

“You do not get the beginning of a new bull market until you start to see housing in the U.S. economy stabilize,” @Piper_Sandler’s Michael Kantrowitz says. “With mortgage rates at their highs… [it’s] hard to really get optimistic about housing in the U.S.” — Yahoo Finance (@YahooFinance) August 31, 2022

Por fim, outros analistas acreditam que criptomoedas como o Bitcoin podem passar por um período de 12 a 18 meses em queda antes de voltarem a subir. Portanto, este pode ser um ótimo período para acumular mais satoshis, especialmente para quem utiliza a estratégia de DCA.

Source

Subscribe to get our top stories

Coin News
App StoreApp Store