Coin News

Bitcoin cai abaixo da mínima de US$ 17.600 de junho, com liquidações de quase US$ 1 bilhão após crise da FTX

9 Nov, 20224 min readBitcoin
Bitcoin cai abaixo da mínima de US$ 17.600 de junho, com liquidações de quase US$ 1 bilhão após crise da FTX

O Bitcoin (BTC) liquidou US$ 200 milhões em posições compradas em 8 de novembro, quando o preço do BTC atingiu brevemente mínimas de dois anos.

Preço do BTC estabelece nova mínima de dois anos

Dados do Cointelegraph Markets Pro e da TradingView revelaram uma carnificina nos gráficos de preços de criptomoedas, já que a exchange FTX manteve o sentimento dos investidores em depressão.

Depois de inicialmente se recuperar, superando US$ 20.000 com a notícia de que os apuros da FTX seriam minimizados pela compra da exchange pela concorrente Binance, o pânico voltou ao mercado cripto após a abertura de Wall Street.

O par BTC/USD perdeu US$ 2.000 em menos de duas horas, vendo uma queda repentina que estabeleceu a nova mínima do ciclo em US$ 17.120 na Bitstamp.

A última vez que o par foi negociado nesse nível foi no final de novembro de 2020. Assim, o Bitcoin conseguiu superar as mínimas anteriores de US$ 17.600 estabelecidos em junho deste ano.

Os dados do livro de ordens da Binance mostraram a súbita queda em cascata perfurando o sólido suporte de compra em US$ 18.000.

No fechamento diário de 8 de novembro, uma área de interesse para o volume de negócios girava em torno de US$ 18.400 – uma zona ainda em jogo no momento da redação deste artigo, quase 12 horas depois.

Enquanto isso, os dados da ferramenta de monitoramento on-chain Coinglass rastrearam grandes problemas para investidores que mantinham posições compradas de BTC em um momento inapropriado.

As liquidações de posições compradas de BTC nas exchanges totalizaram US$ 214 milhões em 8 de novembro, enquanto as posições compradas de criptomoedas somaram um total de US$ 670 milhões em liquidações.

Em combinação com as posições vendidas , as liquidações totais do dia somaram US$ 915 milhões.

“Semanas importantes pela frente”

Analisando a situação, comentaristas populares de criptomoedas foram cautelosos em prever o fim da turbulência nos preços.

“Muito cedo para saber como isso se resolve, mas o fato de estarmos vendo outra crise de liquidez impulsionada por exchanges neste ponto da estrutura macro é realmente algo relevante”, um TechDev normalmente otimista escreveu:

“Semanas importantes pela frente.”

Outros reconheceram que eles mesmos entraram em conflito com a volatilidade, enquanto miravam além do mercado de criptomoedas em busca de linhas na areia.

Para a conta de negociação IncomeSharks, a fraqueza do dólar em meio às eleições de meio de mandato em andamento nos EUA foi um sinal promissor para ativos de risco.

“Parece pronto para cair abaixo do suporte”, escreveu o perfil referindo-se o índice do dólar (DXY):

“Ações parecem bem. O desagradável evento cisne negro arruinou a ação do preço das criptomoedas, mas uma vez que a crise seja deixada para trás, devemos ver o $BTC e o $ETH subirem um pouco. Mais uma vez, o problema não é com os ativos em si.”

Em seguida, 10 de novembro promete ser um dia volátil nesta semana já bastante agitada, com a divulgação dos dados de inflação do Índice de Preços ao Consumidor dos EUA (CPI) para o mês de outubro.

As opiniões e pontos de vista expressos aqui são exclusivamente do autor e não refletem necessariamente as opiniões do Cointelegraph.com. Cada movimento de investimento e negociação envolve risco, você deve realizar sua própria pesquisa ao tomar uma decisão.

Source

Subscribe to get our top stories

Coin News
App StoreApp Store