Coin News

Binance processou US$ 8 bilhões em criptomoedas para o Irã e ignorou sanções dos EUA, afirma Reuters

4 Nov, 20224 min readBitcoin
Binance processou US$ 8 bilhões em criptomoedas para o Irã e ignorou sanções dos EUA, afirma Reuters

A Binance processou desde 2018 um volume de US$ 8 bilhões em transferências de criptomoedas para o Irã. A informação é de uma investigação da agência de notícias Reuters em reportagem publicada nesta sexta-feira (4). O país asiático está na lista de sanções comerciais impostas pelos Estados Unidos.

Segundo a reportagem, quase a totalidade das transferência, US$ 7,8 bilhões, foram feitas da Binance para a Nobitex. Trata-se da maior corretora de criptomoedas do Irã.

As análises foram conduzidas com dados da Chainalysis, firma que faz investigações via registros em blockchain.

Três quartos das transferências foram realizadas usando a criptomoeda Tron (TRX) que, segundo a Reuters, “dá opções para o usuário esconder sua identidade”. É citada uma publicação no blog oficial da Nobitex, no qual a empresa aconselha o uso da Tron para que os usuários diminuam a chance de perder ativos por conta das sanções americanas.

A unidade do Tron (TRX) é vendida a US$ 0,063115, com alta de 2%, conforme dados do Coingecko. O token faz parte da Tron Foundation, a organização por trás da rede blockchain de mesmo nome e fundada por Justin Sun em 2017. O empresário parece estar por trás da recente compra da exchange Huobi Global, conforme mostra reportagem do Portal do Bitcoin.

A Reuters afirma que as operações continuam sendo feitas e disponibilizou a base de dados que mostram transações realizadas do dia 20 de agosto de 2021 até o momento. Só nesse período houve um total de US$ 1 bilhão em transferências.

A Binance anunciou em novembro de 2018 que iria parar de atender clientes no Irã e pediu que os usuários do país liquidassem suas posições na plataforma.

“Binance causa menos problemas aos iranianos”

A reportagem descreve que a Nobitex publicou em um guia em seu site que aconselha e ensina os clientes a abrirem contas para converter o rial, moeda local, em criptomoedas e transferir esses ativos para corretoras estrangeiras como a Binance, que foi apontada como “a mais confiável” e a que “causa menos problemas para usuários iranianos”.

A Nobitex ainda recomendou que nunca seus clientes transferissem todos os valores em uma transação. Em vez disso, seria melhor criar diversas wallets e fazer transferências menores, para evitar riscos que existem por conta da sanção dos Estados Unidos.

Sanções contra o Irã

Em 2018, os EUA voltaram a impôr sanções ao Irã, após três anos no qual as relações econômicas foram restabelecidas em algum grau. Tudo gira em torno do acordo nuclear assinado em 2015 por Barack Obama e desfeito por Donald Trump em 2018.

A Binance alega que nos Estados Unidos foi criada uma empresa, chamada Binance U.S, que segue todas as normas impostas no país. Mas existe o risco nas chamadas sanções secundárias: são regras que buscam impedir que empresas estrangeiras façam negócios com entidades banidas ou que ajudem pessoas desses países a fugirem do embargo.

Caso se estabeleça algo nesse sentido, a Binance e a Binance U.S podem ser impedidas de acessar o sistema financeiro dos EUA.

Instituições dos Estados Unidos que violam a sanção contra o Irã podem ser processadas criminalmente e receber multa de até US$ 1 milhão por violação.

Serviço em funcionamento para iranianos

Em julho, a Reuters publicou uma reportagem afirmando que a Binance continuou permitindo que transações na plataforma fossem feitas por pessoas no Irã mesmo após o país asiático ter sido incluído na lista de sanções comerciais dos Estados Unidos em 2018.

A agência de notícias entrevistou sete traders que disseram usar a corretora normalmente até setembro de 2021 — um mês antes de a empresa anunciou regras mais duras para prevenção de lavagem de dinheiro.

Os usuários do Irã disseram que não era necessário nenhuma ferramenta para burlar a sanção e que a Binance pedia apenas um e-mail para prosseguir com os trades.

Quer investir em ativos digitais, mas não sabe por onde começar? O Mercado Bitcoin oferece a melhor e mais segura experiência de negociação para quem está dando os primeiros passos na economia digital. Conheça o MB!

Source

Subscribe to get our top stories

Coin News
App StoreApp Store