Coin News

Binance não cumpre promessas de prevenção à lavagem de dinheiro, diz Reuters

11 Jul, 20223 min readOther
Binance não cumpre promessas de prevenção à lavagem de dinheiro, diz Reuters

Apesar de prometer regras rígidas de compliance, a Binance, maior exchange de criptomoedas do mundo por volume negociado, falhou no combate à lavagem de dinheiro, disse a agência Reuters em reportagem publicada nesta segunda-feira (11).

A corretora, segundo o texto, fez apenas tentativas fracas de impedir a prática. Além disso, de acordo com o material, a empresa operou fora das regras seguidas por suas concorrentes e continua ambígua em relação à jurisdição em que está localizada.

A Reuters também disse na matéria que o CEO da Binance, Changpeng Zhao, ignorou os conselhos de sua equipe de compliance sobre a falta de verificações de antecedentes. Esse tipo de análise ajuda a evitar a lavagem de dinheiro.

“Temos um programa de compliance robusto que incorpora princípios e ferramentas contra lavagem de dinheiro e sanções globais usadas por instituições financeiras para detectar e lidar com atividades suspeitas”, disse um porta-voz da Binance ao CoinDesk.

“Como resultado de nosso forte programa de compliance e Conheça Seu Cliente (KYC, na sigla em inglês), conseguimos garantir aprovações e registros da França e da Itália, tornando-nos a única empresa cripto a fazer isso em países do G7”.

No mês passado, a Reuters informou que a Binance se tornou um “hub” para hackers, fraudadores e traficantes de drogas, alegações que foram rejeitadas pelo diretor de compliance da corretora, Matthew Price. Na época, ele disse que a agência de notícias usava métricas distorcidas porque tem uma “agenda” própria.

Em uma tentativa de conter a lavagem de dinheiro na plataforma em 2021, a Binance reduziu sua retirada diária para contas que não haviam passado pelos protocolos de KYC de 2 Bitcoins (BTC) para 0,06 satoshis (frações de BTC)

Em abril, a empresa aumentou a contratação de especialistas em regulamentação, recrutando Seth Levy, que passou 16 anos na Autoridade Reguladora do Setor Financeiro dos EUA (Finra, na sigla em inglês), e Steven McWhirter, da Autoridade de Conduta Financeira do Reino Unido (FCA, na sigla em inglês).

Em um comunicado à Reuters, um porta-voz da Binance disse o seguinte: “Estamos liderando e investindo nas futuras tecnologias e na legislação que colocarão a indústria de criptomoedas no caminho para se tornar bem regulamentada e segura”.

Em outra reportagem, a Reuters disse que a exchange continuou a atender clientes no Irã até setembro de 2021, embora tenha anunciado a proibição de cidadãos iranianos em novembro de 2018, após os EUA restabelecerem sanções contra o país

A agência de notícias encontrou sete traders que disseram que poderiam usar a Binance até no ano passado, quando os processos de verificação de identidade foram apertados.

O porta-voz da Binance também disse ao CoinDesk que seu “programa de sanções está totalmente em conformidade com todas as sanções financeiras internacionais, incluindo o bloqueio de acesso à plataforma para usuários no Irã, Coreia do Norte, entre muitos outros (países)”.

Source

Subscribe to get our top stories

Coin News
App StoreApp Store