Coin News

Binance e Mastercard lançam cartão cripto pré-pago na Argentina

6 d ago2 min readOther
Binance e Mastercard lançam cartão cripto pré-pago na Argentina

A exchange de criptomoedas Binance fechou uma parceria com a Mastercard para lançar um cartão pré-pago para os residentes da Argentina.

Na última quinta-feira, a Binance anunciou que o cartão permitirá que seus clientes na Argentina usem Bitcoin (BTC), BNB e outras criptomoedas para fazer compras, bem como saques em caixas eletrônicos em moeda fiduciária onde quer que a bandeira Mastercard seja aceita – já são cerca de 90 milhões de comerciantes globalmente e online. Os titulares de cartões argentinos também podem ganhar até 8% de cashback de criptomoedas em determinadas compras.

De acordo com a Binance, o lançamente do cartão – que deve estar “disponível nas próximas semanas” – é parte dos esforços da empresa para promover a adoção global de criptomoedas. Residentes da Argentina serão os primeiros na região a ter acesso aos cartões, mas a exchange de criptomoedas anunciou uma iniciativa semelhante para usuários da Binance na Ucrânia em abril e para o Espaço Econômico Europeu em 2020.

"Os pagamentos são um dos primeiros e mais óbvios casos de uso de criptomoedas, mas a adoção tem muito espaço para crescer", disse Maximiliano Hinz, diretor geral da Binance na América Latina e os usuários pagam na criptomoeda que escolherem.”

Busy day. #Binance and Mastercard— CZ Binance (@cz_binance) August 4, 2022

O cartão exige que os argentinos tenham uma carteira de identidade nacional válida ou documento nacional de identidade. Requisitos semelhantes já estão em vigor para cartões de crédito emitidos por exchanges de criptomoedas locais. Em 2021, a Lemon Card lançou um cartão com Visa oferecendo 2% de cashback em BTC para usuários argentinos, enquanto Buenbit e Belo fizeram parceria com a Mastercard para lançar um cartão pré-pago e um cartão de recompensas cripto, respectivamente.

Apesar da recente desaceleração do mercado, os números sugerem que muitos argentinos ainda podem estar se voltando para as criptomoedas. De acordo com um relatório de inteligência de mercado das Américas de abril, os pesquisadores descobriram que a “penetração de criptomoedas” na Argentina atingiu 12% – aproximadamente o dobro do Peru e do México.

Source

Subscribe to get our top stories

Coin News
App StoreApp Store