Coin News

Autoridades das Bahamas congelam ativos da FTX

11 Nov, 20222 min readOther
Autoridades das Bahamas congelam ativos da FTX

A FTX acabou de sofrer um novo e forte golpe nesta quinta-feira (10). Há poucas horas, os reguladores das Bahamas, país onde fica a sede da empresa, congelaram os ativos da FTX Digital Markets e partes relacionadas.

De acordo com a decisão da Comissão de Valores Mobiliários das Bahamas, o objetivo é fazer um “curso de ação prudente” para “preservar ativos e estabilizar a empresa”. Ou seja, provavelmente o objetivo é impedir novas quedas de preço e instabilidades do mercado.

Mas os dois golpes principais ocorreram depois do anúncio do congelamento. No primeiro, a Comissao determinou a suspensão do registro da FTX no país. Em seguida, nomeou um advogado – Brian Sims, sócio sênior da Lennox Paton – como liquidante provisório dos ativos da empresa.

A FTX está sediada nas Bahamas e é uma entidade separada da FTX US. Houve rumores de que o CEO da FTX, Sam Bankman-Fried (SBF), tentou fugir dos Estados Unidos para as Bahamas, mas as autoridades estadunidenses o impediram de sair do país. No entanto, não há confirmação disso.

“A Comissão está ciente das declarações públicas sugerindo que os ativos dos clientes foram maltratados, mal administrados e/ou transferidos para a Alameda Research. Com base nas informações da Comissão, tais ações seriam contrárias à governança normal, sem o consentimento do cliente e potencialmente ilegais”, disse a Comissão.

Nem a FTX, nem SBF comentaram sobre a decisão nas Bahamas até o fechamento desta matéria. Caso haja um posicionamento de ambos, o CriptoFácil realizará a atualização deste texto.

Source

Subscribe to get our top stories

Coin News
App StoreApp Store