Coin News

Analista de risco comenta sobre pior previsão para o bitcoin em seis meses

22 Aug, 20223 min readBitcoin
Analista de risco comenta sobre pior previsão para o bitcoin em seis meses

Um analista de risco traçou o que seria a pior previsão para o preço do bitcoin no prazo de três a seis meses, com queda de até 37%. Em seu estudo, o analista considerou o cenário global do mercado financeiro e políticas monetárias de bancos centrais.

Entre 2020 e 2021, o preço do bitcoin passou por uma alta sem precedentes, na medida em que dinheiro foi impresso por bancos centrais. Governos reduziram taxas de juros e favoreceram a tomada de empréstimo em vários países.

Com a chegada de 2022, veio também o aperto monetário, visto que as medidas de impressão de dinheiro pressionaram a inflação.

Nesse cenário, o preço do bitcoin recuou e investidores preferem ativos de renda fixa pelo mundo.

Analista de risco diz que pior previsão para o bitcoin é de uma queda de até 37% nos próximos três a seis meses

Em um estudo divulgado por Darius Dale, fundador e CEO da 42macro, no Bitcoin Magazine, ele explicou os três cenários prováveis de seu estudo para os próximos meses.

Considerando as hipóteses base, pessimistas e otimistas, o pesquisador estimou que de três a seis meses todos os três cenários têm chances iguais de ocorrerem.

Assim, no cenário base, Dale informou ser possível que o mercado financeiro siga em queda nos próximos meses, mas desacelerando. Esse “pouso suave” da economia poderia levar o bitcoin a cair 10% em breve.

Já no cenário otimista, o analista de risco acredita o Fed pode parar de aumentar os juros na economia, alívio este que daria uma animada aos investidores. Dessa forma, o preço do bitcoin poderia valorizar 29% nos próximos meses.

No entanto, a preocupação maior do estudo é o cenário pessimista, este que é o pior cenário para o bitcoin em uma eventual queda de 37% nos próximos três a seis meses. Isso porque, caso o aperto monetário do Fed se intensifique ainda mais, a cotação da moeda digital pode sofrer, sendo este um típico caso de “pouso forçado”.

Como o estudo de Dave tem chances iguais para que qualquer um dos cenários ocorra, é importante que investidores gerenciem seus riscos e fiquem atentos aos sinais do mercado.

Bitcoin perdeu 13% na última semana

Embora o estudo do analista de risco seja para um período a frente, o passado recente andou castigando investidores.

Após “flertar” com a cotação em US$ 25 mil na última semana, a moeda recuou para apenas US$ 21.200, uma queda de 13% em sete dias que mostra um cenário preocupante de curto prazo. Nas últimas 24 horas, a queda é de 0,9%.

No Brasil, a alta do Dólar freou um pouco a queda, mas dados do Mercado Cripto indicam que o bitcoin perdeu 10% em relação ao Real na última semana. Cada BTC então vale R$ 110.000,00 nesta segunda-feira (22).

Source

Subscribe to get our top stories

Coin News
App StoreApp Store