Coin News

Analista que acertou baixa do Bitcoin aponta Aave, Polygon e setor DeFi como destaque de alta no bear market

13 Jul, 20229 min readDeFi
Analista que acertou baixa do Bitcoin aponta Aave, Polygon e setor DeFi como destaque de alta no bear market

Depois de dias sendo negociado acima de US$ 20 mil o preço do Bitcoin (BTC) voltou a ficar abaixo de US$ 19.500 confirmando a dificuldade dos touros em romper a atual tendência de baixa na maior criptomoeda do mercado.

Como aponta o analista Lucas de Assis, da TC Cripto, na última semana houve um movimento de recuperação no Bitcoin (BTC) fechando com alta de +8,1% cotado a US$20,8K, porém nada disso mudou o viés baixista do BTC e do mercado como um todo.

"O Bitcoin tem um suporte importante, a média móvel de 21 perrodos (MM21), marcada em azul, que se perdida apontará para uma coreção até os próximos suportes ena região dos US$18,5K e US$17,6K, isto é, a mrnima do último movimento de baixa", aponta.

Já Paulo Boghosian, co-head do TC Cripto, destaca que diversos fatores estão impactando o mercado, tanto em busca de fortalecer os touros para que eles possam recuperar o controle do mercado, como do lado dos ursos para que eles possam baixar ainda mais o preço do BTC.

Nesta luta, na semana que passou, a Binance zerou as taxas de corretagem nos pares de BTC, com isso houve uma alta anormal do volume, formando o segundo maior volume diário em dólar já visto na coretora (U$11.3B). Isso ocoreu, segundo ele, porque participantes aproveitaram para fazer “washtrading”, uma forma de manipulação artificial do mercado.

Binance BTC Trade Volume – Kaiko Research

"Abaixo pode-se ver o efeito do “washtrading” no aumento do tamanho médio de cada trade. Importante o investidor não confundir o aumento no volume com algum efeito orgânico do mercado", aponta.

Binance Tamanho Médio de Trade – Kaiko Research

Celsius e MTGox

O analista destaca também que, na briga entre touros e ursos, as notícias relacionadas a outros protocolos interligados com o mercado de criptomoedas também vem afetando o desempenho geral do mercado como é o caso da situação na plataforma Celsius e o 'fantasma' do MTGox.

"No dia 7 de Julho, veio a tona um relatório com análise forense bem detalhada sobre a situação da plataforma Celsius. Surgiram acusações graves de uso de capital de clientes para benefrcios dos sócios, inclusive o fundador que supostamente vendeu seus tokens $CEL no mercado com os fundos dos clientes sendo usados na contraparte, comprando tokens", destacou.

Fluxo de Venda dos Tokens de Alex Mashinsky - Aĩkham

Gráfico do volume total suspeito de ser venda do fundador Alex Mashinsky.

Ele também aponta que outras notrcias alertam para contratação de escritórios especializados em reestruturação de empresas por parte da Celsius. Além disso, a FTX que estava em negociações para um eventual resgate a Celsius, desistiu do negócio após ver as finanças da empresa.

"Parece bem claro que a empresa irá partir para o caminho da recuperação judicial. Mesmo assim, analisando os contratos em DeFi, há evidências claras de que a Celsius está repagando seus empréstimos colateralizados, possivelmente para conter danos em uma eventual ação judicial", destaca;

Empréstimos colateralizados da Celsius em 21 de Junho

"Abaixo o repagamento de U$480M em WBTC na MakerDao e pouco mais de U$100M na AAVE. Trata-se de uma redução de oferta anormal e uma parte pode ser atriburdo a Celsius, que utiliza WBTC como colateral nos seus empréstimos", disse.

Fluxo de WBTC em DeFi

Cenário ainda é de alto risco

Boghosian destaca que há diversas evidências de que a mitigação do risco das plataformas de empréstimos colateralizados fizeram com que diminursse de forma relevante as vendas forçadas no mercado cripto.

"Veja como os descontos das coretoras Coinbase e FTX, de onde estavam vindo as vendas, convergem para próximo de 0", destaca.

Prêmio/Desconto Coinbase/FTX – 1H - ľĩading View

O analista reforça sua análise destacando que ao analisar as carteiras de Bitcoin da Coinbase e da FTX, percebe-se que houve pouca mudança nas últimas semanas, o que, segundo ele, é mais uma evidência importante de que a vendas forçadas acabaram.

Bitcoin Exchange Balance – Binance Glassnode

"Outra evidência interessante é que o horário americano passou a negociar com prêmio, mostrando fluxo comprador", disse.

Purpose ETF Holdings - Glassnode

"Perceba também o agregado de fluxo para fundos cripto, compilado pela Coinshares que já houve reversão"

Weekly FundFlows – Coinshares

"Por fim, ressaltamos que apesar dessa pausa, não é possrvel cravar que esse contágio acabou e o cenário permanece de alto risco, com muito acontecendo nos bastidores", analisa.

MTGox

Outro evento importante da semana passada foi o anuncio de que a Mt Gox, uma coretora dos primórdios do mercado cripto que em 2014 sofreu um hack, irá começar a pagar, a partir de Agosto, os BTCs perdidos por seus clientes.

"Na ocasião 850K BTCs foram perdidos, mas a coretora conseguiu recuperar uma parte deles. Mesmo assim, há cerca de 135K BTCs a serem pagos, como mostra a carteira da coretora abaixo", destacou.

Mt Gox Trustee Balance – Glassnode

Boghosian destaca que muitos acreditam que esse volume de BTCs, que dá próximo de U$ 3B serão vendidos a mercado, mas não é tão simples assim.

"Acreditamos que somente uma parte disso deverá se transformar em pressão vendedora e que trata-se de um risco moderado, por diversos motivos:É altamente improvável que todos os clientes que recebam seus BTCs vendam a mercado no mesmo momento. Mesmo se isso ocoresse, seria um volume consideravelmente menor do que a venda forçada de fundos alavancados das últimas semanas.Os investidores entraram na justiça para receber justamente em BTC, não em dólar. Uma boa parte desses investidores é nativa do mercado cripto e entende como funcionam os ciclos do ativo. Não faria sentido vender tudo próximo de um fundo.Uma parte dos investidores já vendeu seus créditos com deságio para fundos de recuperação de crédito que terão um bom lucro.

  • É altamente improvável que todos os clientes que recebam seus BTCs vendam a mercado no mesmo momento. Mesmo se isso ocoresse, seria um volume consideravelmente menor do que a venda forçada de fundos alavancados das últimas semanas.
  • Os investidores entraram na justiça para receber justamente em BTC, não em dólar. Uma boa parte desses investidores é nativa do mercado cripto e entende como funcionam os ciclos do ativo. Não faria sentido vender tudo próximo de um fundo.
  • Uma parte dos investidores já vendeu seus créditos com deságio para fundos de recuperação de crédito que terão um bom lucro.
  • Ethereum

    Assim como o Bitcoin (BTC) o Ethereum (ETH) também fechou a semana com um bom movimento de recuperação, cotado a US$1.166,53, com alta de +8,69%. Apesar desse movimento, não houve uma mudança estrutural na tendência de baixa do ativo.

    "Vale a pena ficar atento nesse mini canal que está se formando nos últimos dias e, também, a MM21. Caso sejam perdidos, poderá corigir e testar o último fundo nos US$996 e, talvez, até um suporte mais abaixo nos US$880, que é a mrnima da coreção", destacam os analistas do TC.

    Ainda segundo eles, no Ethereum, chama atenção a extensão das perdas ocoridas por investidores. A narativa do início do ano era de que a atualização para o ETH 2.0 poderia ser um excelente trigger de preço para o ativo. Com isso, um volume alto de ETH foram colocados em staking para o upgrade.

    O total que chegou aos U$38B atualmente está na faixa dos U$12B com a realização do ativo, conforme estudo da Glassnode.

    ETH 2.0 Staking (USD)- Glassnode

    "Perceba que a grande maioria dos ETH em staking foi comprado a preços bem mais elevados do que o atual. Esses ativos ficam ilrquidos até após a migração", aponta.

    ETH Staking Price at Time of Deposit

    Aave, Polygon e setor DeFi são destaque de alta no bear market

    O analista Boghosian, aponta que apesar do movimento negativo do Bitcoin e do Ethereum, o mercado como um todo teve performance heterogênea na última semana com destaque para alguns setores como o de Finanças Descentralizadas (DeFi).

    Além deles os analistas destacam a Aave (AAVE), que teve alta de 34,8% que eles apontam terem se beneficado do lançamento de sua stablecoin sobrecolateralizada. Outro destaque é o Polygon (MATIC), que teve alta de 23,8%, impulsionado pela incorporação de projetos do falido ecossistema Terra (LUNA).

    No caso do setor de DeFi, os analistas destacam que uma novidade foi a superioridade do ecossistema em relação a ETH e BTC nos últimos 30D.

    "Olhando setor a setor, infraestrutura, soluções de segunda camada e DeFi foram alguns dos ganhadores no último mês", apontou.

    Source

    Subscribe to get our top stories

    Coin News
    App StoreApp Store