Coin News

'Alquimista das criptomoedas' cria 'fortuna' explorando falha de app, mas morre em circunstâncias misteriosas

24 min ago9 min readOther
'Alquimista das criptomoedas' cria 'fortuna' explorando falha de app, mas morre em circunstâncias misteriosas

Valentin Broeksmit foi atraído pela promessa de dinheiro fácil do mercado de criptomoedas durante os estágios iniciais do ciclo de alta do mercado no começo de 2021. Segundo suas próprias palavras, ele estava "quebrado", portanto investir em Bitcoin (BTC) ou em um outro ativo qualquer não era uma opção. Então, pensou, por que não criar a minha própria criptomoeda?

O universo das finanças não lhe era totalmente estranho. Valentin era filho de um ex-executivo de alto escalão do Deutsche Bank e tornou-se relativamente conhecido após a morte do pai por vazar documentos secretos do banco alemão para a imprensa e agentes do FBI apenas por diversão. Entre seus alvos estavam o ex-presidente dos EUA, Donald Trump e a Sony Pictures.

Como resultado, teve que passar a levar uma vida nas sombras para fugir dos seus inimigos. Em 2021, Valentin foi oficialmente dado como desaparecido após o depoimento de uma ex-namorada às autoridades policiais dos EUA.

Tecnicamente, ele ainda estava desaparecido quando se envolveu com o mercado de criptomoedas, um espaço em que se manter anônimo é um recurso bastante útil, especialmente para quem tem a pretensão de criar um token qualquer apenas para fazer dinheiro.

Incognito Wallet

Ex-integrante de uma banda obscura nomeada Bikini Robot Army, programação e tecnologia blockchain jamais estiveram entre as especialidades de Valentin. Assim, em suas pesquisas sobre como enriquecer no mercado de criptomoedas sem ter dinheiro para investir, ele acabou descobrindo a Incognito Wallet.

Desenvolvida por uma empresa do Vietnã, a Incognito Wallet é um aplicativo de código aberto baseado em blockchain, com foco na privacidade dos usuários, que viabiliza transações de criptoativos via exchanges descentralizadas (DEX) ou ponto a ponto (P2P).

Um recurso adicional da Incognito Wallet, incomum às carteiras digitais mais populares do espaço, permite que os usuários criem e emitam seus próprios tokens utilizando o aplicativo. Basta escolher um nome, fornecer informações básicas sobre a finalidade do ativo para lançá-lo como uma criptomoeda negociável na plataforma.

De acordo com a Incognito, o recurso pode ser utilizado para que empresas ou mesmo pessoas físicas – influenciadores ou personalidades relativamente conhecidas em seus nichos de atuação – possam utilizar esses ativos em ações promocionais ou distribuí-las como brindes aos seus clientes ou seguidores.

Na grande maioria das vezes, o valor dessas moedas jamais se aproxima de centavos de dólar, uma vez que não há liquidez ou investidores interessados em negociá-las por criptoativos de maior valor de mercado.

Incorporando o ethos das criptomoedas

Valentin pensou que poderia criar não uma, mas várias criptomoedas formando pares diversos de negociação para tentar manipular o mercado a fim de conferir-lhes algum valor. Assim, quem sabe, poderia atrair atenção de investidores em busca da próxima shitcoin capaz de render lucros de três ou quatro dígitos.

Em resumo, ele queria explorar aquele que considerava o verdadeiro espírito das criptomoedas, como declarou na reportagem da Wired que relata o seu experimento:

“Toda vez que você lê alguém com uma filosofia sobre uma moeda, é besteira. É como se você estivesse salvando o mundo ou como seu token significasse alguma coisa, mas não passa de uma forma de ganhar dinheiro.”

A experiência adquirida indiretamente através do convívio com o pai, um especialista no mercado de derivativos, lhe foi útil na ocasião. Valentin criou uma série de altcoins e em seguida implementou diversos pools de liquidez nos quais as negociava frenética e aleatoriamente, de forma a inflar artificialmente o valor de cada uma delas. Os algoritmos da Incognito Wallet foram decisivos para elevar o preço dos ativos em função da – falsa – demanda do mercado.

Quando os tokens alcançaram valores e capitalizações fictícias razoáveis, a Incognito Wallet permitiu que Valentin criasse pares de negociação com o token nativo da plataforma, o PRV. "Basicamente, se tratava de operações de derivativos", disse Valentin à reportagem.

Então, o auto-denominado "alquimista das criptomoedas" conseguiu emprestada uma quantia de dinheiro que segundo ele não poderia ser considerada desprezível para manipular o mercado em pares de negociação de suas moedas com ativos de primeira linha, como Bitcoin, Ether (ETH), Binance Coin (BNB), Monero (XMR), Dogecoin (DOGE) e Tether (USDT).

Trilionário

Apesar dos seus esforços e mesmo com a renovação das máximas histórica de Bitcoin, Ether e outras altcoins em novembro de 2021, os tokens de Valentin não valorizaram como ele esperava. O dinheiro e a energia dedicados ao projeto haviam sido desperdiçados e sua situação financeira estava ainda pior do quando a aventura começara.

Então, relembra, pouco mais de um mês depois, na manhã de 9 de janeiro deste ano, ele acessou a sua conta na Incognito Wallet e do dia para a noite a promessa que havia lhe atraído para o universo das criptomoedas havia se cumprido. "Eu havia virado um trilionário", lembra. Seus tokens haviam alcançado valores multibilionários.

Apesar da excitação, no primeiro momento Valentin foi tomado pelo terror. "Fiquei com muito medo, porque pensei que obviamente a história toda chamaria muita atenção”. Logo depois, foi tomado por um choque de realidade, conta:

“Eu sei que não investi um trilhão. Não tenho nada nem perto disso em meus pools de liquidez.”

Os números na tela, no entanto, continuavam a brilhar refletindo a valorização exponencial de suas criptomoedas. Quanto tentou negociar alguma delas por stablecoins para assegurar que sua fortuna não desaparecesse subitamente tal como havia se materializado e se convertesse em riqueza real, a Incognito retornou uma mensagem de erro que dizia: “Nenhuma rota comercial encontrada”. A mesma mensagem se repetiu quando tentou trocar outros de seus tokens por Bitcoin e Ether.

Então, veio a raiva. Mesmo que a fortuna em criptoativos não pudesse ser de fato real, a mera possibilidade de transformar ao menos parte dela em dinheiro impediu que ele procurasse seus contatos no FBI para denunciar a Incognito como uma ferramenta útil para lavagem de dinheiro e outros crimes financeiros, relembrou:

"Eu pensei que poderia - eu posso - descobrir uma maneira de convertê-los de alguma forma. Foi quando me tornei igual a todos nesse espaço. Esse foi meu erro trágico e estúpido. Me tornei ganancioso.”

"O código é a lei"

Os dias se passavam e a soma astronômica permanecia guardada em sua conta na Incognito. Valentin pensou: preciso encontrar uma forma de honrar a tradição das criptomoedas que diz que "o código é a lei". Nesse espaço não existem criminosos. Apenas pessoas que sabem utilizar suas habilidades de programação para gerar valor aos seus produtos.

O alvo de Valentin passou a ser os anônimos desenvolvedores da Incognito. Seu objetivo: convencê-los a tornar possível a conversão de seus tokens em dinheiro através de uma alteração no código. Se até mesmo a Ethereum subverteu o principal mandamento das criptomoedas, com o hard fork que reverteu o desvio de milhões de dólares em ETH que foi perpetrado devido a uma falha no código do contrato inteligente no famigerado caso do The DAO, por que a Incognito não poderia fazer o mesmo no caso dele?

Não sendo atendido, Valentin os processaria, contribuindo para campanhas que relegam as criptomoedas ao campo dos golpes financeiros. O fórum oficial da Incognito e o Twitter se tornaram seus campos de batalha. "Qualquer coisa que eu possa sacar já seria ótimo", disse.

Efeito reverso

Os ataques públicos à Incognito, seus desenvolvedores e à indústria de forma mais ampla acabaram tendo o efeito reverso. Em fevereiro, pouco tempo depois de ter se tornado o mais novo magnata das criptomoedas, Valentin viu sua fortuna reduzida a "apenas alguns milhões de dólares".

A Incognito derrubou o valor de tela dos tokens de Valentin. Ao mesmo tempo, seus desenvolvedores anunciam o lançamento de um sistema de verificação para evitar golpes e fraudes com tokens negociados em sua plataforma. Obviamente motivados pelo caso de Valentin.

Após alguma insistência junto aos supostos representantes legais da Incognito, a reportagem obteve uma explicação para o caso de Valentin. Em resumo, o aplicativo calcula os preços dos tokens criados pelos usuários da plataforma com base em seus suprimentos totais e históricos de negociação. Como parte de melhorias a serem introduzidas na plataforma, a Incognito planeja remover essa estimativa artificial de preços no futuro.

A revelação sobre o mecanismo de descoberta de preços esclarece que Valentin conseguiu manipular o algoritmo, mas não o mercado. E também que, na verdade, a Incognito Wallet, é um aplicativo no qual seus desenvolvedores anônimos exercem um controle centralizado e o código não é tão transparente quanto dizem ser.

Em 19 de fevereiro, finalmente os tokens de Valentin vão a zero, eliminando os últimos traços de ilusão de que as criptomoedas ainda poderão render-lhe algum dinheiro. Pelo contrário, deixam dívidas, uma vez que ele havia pagado alguns de seus credores com seus tokens personalizados.

Fim

Em 5 de abril, Valentin já não tinha mais esperanças de levar a Incognito aos tribunais, foi despejado do loft em que morava com a namorada em Los Angeles, na Califórnia, seu dinheiro acabou e ela desapareceu. Quatro dias depois, foi preso por tentar invadir o imóvel portando uma arma.

Solto quatro dias depois, ele tentou novamente invadir o apartamento. Após alguns dias desaparecido, em 25 de abril Valentin foi encontrado morto, aos 46 anos, em uma praça próxima à sua antiga casa. A investigação sobre a morte ainda não foi finalizada, mas a causa teria sido acidental, consequência de um trauma de força contínua no torso. A polícia descarta a possibilidade de assassinato.

O poder alquímico das criptomoedas pode ser altamente destrutivo, eis o que nos ensinam a história de Valentin Broeksmit e Sam Bankman-Fried, o mais jovem bilionário da indústria, que dilacerou a fortuna de milhares de investidores do mundo inteiro e viu seu império de mais de 130 empresas desmoronar em questão de dias ao falhar em sua tentativa de criar uma "Máquina de Dinheiro Infinito".

Source

Subscribe to get our top stories

Coin News
App StoreApp Store