Coin News

Agência reguladora da Califórnia investiga contas de rendimento sobre criptomoedas

13 Jul, 20223 min readRegulation
Agência reguladora da Califórnia investiga contas de rendimento sobre criptomoedas

O Departamento de Proteção e Inovação Financeira da Califórnia (DFPI) alertou os consumidores para “exercer extrema cautela” ao lidar com contas de rendimentos sobre criptoativos.

A DFPI afirmou que está investigando vários provedores de contas de criptomoedas para determinar se eles estão “violando as leis sob a jurisdição do Departamento”.

Em uma nota de terça-feira, a DFPI enfatizou que os provedores de contas de criptoativos “não são regidos pelas mesmas regras e proteções que bancos e cooperativas de crédito” e que algumas plataformas estão “impedindo que os clientes façam saques e transferências entre suas contas:”

“O Departamento alerta os consumidores e investidores da Califórnia que muitos provedores de contas de criptomoedas podem não ter divulgado adequadamente os riscos que os clientes enfrentam quando depositam criptoativos nessas plataformas.”

“Os consumidores são incentivados a ter extrema cautela antes de responder a qualquer solicitação de investimento ou serviços financeiros”, acrescentou o DFPI.

A DFPI também disse que, em sua opinião, certos provedores de contas de criptomoedas têm fornecido títulos não registrados, apontando para duas ordens de cessar e desistir recentemente emitidas para a BlockFi e para a Voyager para interromperem suas ofertas na Califórnia.

O aviso vem em resposta a eventos relacionados a provedores de contas de juros sobre criptoativos, como a Celsius Network e a Voyager Digital, ambos bloqueando ativos de clientes por graves problemas de liquidez em meio a um mercado cripto em baixa.

Tal como está, os fundos dos clientes de ambas as plataformas estão bloqueados há várias semanas, com o destino das participações de seus depositantes ainda incerto.

A Voyager, pelo menos, esboçou um possível plano de recuperação após a reestruturação pós-falência, que permitiria que os depositantes recebessem uma combinação de tokens Voyager, criptomoedas, “ações ordinárias da empresa recém-reorganizada” e fundos de qualquer processo com a Three Arrows Capital (3AC).

No entanto, a empresa também sugeriu provisoriamente que pode não ser capaz de reembolsar todos os usuários completamente.

Em uma postagem no blog na segunda-feira, a Voyager afirmou que “os números exatos dependerão do que acontecer no processo de reestruturação e na recuperação dos ativos da 3AC”.

Os depositantes não ficaram felizes, com o usuário do Twitter SizzleMcAffy aparentemente ecoando as preocupações da DFPI sobre divulgações de risco:

“Se eu soubesse que essa plataforma poderia congelar meus ativos sem consentimento, nunca teria aberto uma conta. É uma loucura que todos vocês possam usar nossos ativos para aumentar seu valor. Esse tipo de comportamento vai prejudicar gravemente a indústria de criptomoedas.”

Source

Subscribe to get our top stories

Coin News
App StoreApp Store